Início Saúde As 4 situações onde é proibido usar azeite

As 4 situações onde é proibido usar azeite

Um produto maravilhoso que gera diversos benefícios. Mas saiba quando não o usar! Conheça as 4 situações onde é proibido usar azeite.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Conheça as 4 situações onde é proibido usar azeite. Na sua cozinha tem produtos bem mais valiosos do que imagina. Produtos que se revelam extremamente preciosos para a sua vida. Além de gerarem diversos benefícios para a saúde, podem ter muitos outros usos no quotidiano, seja em tratamento estético, seja na limpeza, na higiene pessoal, na desinfestação, entre muitas outras utilizações.

Entre esses produtos fantásticos está o azeite. É uma gordura saudável que gera diversos benefícios. Contudo, apesar desses benefícios, é preciso também ter em conta que a opção mais indicada nem sempre é o azeite. Há situações em que é melhor escolher outras gorduras. Quer saber mais?

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

As 4 situações onde é proibido usar azeite

O azeite

O azeite tem compostos que geram diversos benefícios para a saúde. As variedades azeite, extra-virgem e virgem, são as mais saudáveis e tornam esta gordura “boa”, tornando-se num ouro líquido bem precioso para a sua saúde.


Leia também: O que acontece se beber 1 colher de azeite, limão e mel em jejum?


O azeite é um produto rico que apresenta muitos ácidos gordos monosaturados, entre eles o ácido oléico, que representa entre 55% a 83% dos ácidos gordos totais. Os compostos fenólicos estão presentes no azeite de forma abundante. Entre eles estão tirosol, oleocantal, hidroxitirosol e oleuropeína. Estes compostos contribuem para os benefícios gerados pelo consumo de azeite.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Tabela nutricional do azeite (colher de sopa – 13,5 gr)

Informações nutricionais por porção % VD*
Valor Calórico 119 kcal 6,0 %
500 kJ
Gordura 13,5 g 20,8 %
Gorduras saturadas 1,9 g 8,5 %
Gorduras monoinsaturadas 9,8 g 34,0 %
Gorduras poliinsaturadas 1,4 g 9,5 %
Carboidratos 0,0 g 0,0 %
Açúcares 0,0 g 0,0 %
Proteína 0,0 g 0,0 %
Fibra alimentar 0,0 g 0,0 %
Colesterol 0,0 mg 0,0 %
Sódio < 0,1 g < 0,1 %
Água 0,0 g 0,0 %

(*) O percentual do valor diário (VD) é baseado numa dieta de 2.000 calorias.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Benefícios

O consumo do azeite gera diversos benefícios para a saúde e para o bem-estar. O azeite, nomeadamente quando consumido cru, gera mesmo um aumento da ligação do neurotransmissor serotonina aos recetores no cérebro, contribuindo assim para o nosso bem-estar, melhorando o humor e combatendo os estados depressivos.

O consumo de azeite também está associado à redução do risco de vir a sofrer de Alzheimer. Além disso, também ajuda a prevenir o cancro, nomeadamente o cancro da mama. Os compostos do azeite contribuem para estimular a morte celular tumoral.

A ingestão de azeite está ainda associada à proteção do coração e de todo o sistema cardiovascular, muito por via da sua riqueza em antioxidantes. A ingestão regular e moderada de azeite (nomeadamente azeite virgem-extra, que é a versão mais saudável) leva a um aumento dos valores do colesterol HDL (considerado o bom colesterol) e a uma redução dos efeitos de oxidação dos lípidos e do colesterol LDL (considerado o mau colesterol).

Assim, o consumo de azeite reduz a tensão sanguínea. Ele também reduz o risco de se vir a sofrer um AVC (acidente vascular cerebral), havendo estudos científicos que demonstram que essa diminuição pode chegar a cerca de 41%!

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

As 4 situações em que não deve usar azeite

Apesar de todos os benefícios que são gerados por um consumo regular e moderado de azeite (nomeadamente do azeite virgem-extra), é necessário ter em conta que, em determinadas situações, a opção mais indicada nem sempre é o azeite. Há contextos em que é melhor escolher outras opções.

O azeite desconhecido

Se o azeite é desconhecido, não o use. É simples! Se não sabe de onde o azeite é proveniente, então não é de confiança.

É preciso ter em conta que há muitos azeites falsificados à venda, os quais podem conter muitas substâncias desconhecidas. É sempre preferível ter um produto de origem fidedigna.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Azeite para fritar

Sabemos que o azeite é um melhor produto do que o óleo, pois é bem mais saudável. Contudo, se é para fritar, saiba que os benefícios do azeite perdem-se quando ele é aquecido a altas temperaturas, nomeadamente quando está acima de 320 graus.

Aliás, quando está nessas temperaturas, ele pode até tornar-se prejudicial para o coração. O azeite deve ser consumido cru e é dessa forma que ele se torna tão saudável.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Azeite para grelhar

O azeite vai queimar em altas temperaturas, perdendo grande parte das suas boas qualidades. Apesar de ser frequentemente recomendado em diversas situações, o azeite aquecido não irá contribuir para tornar os grelhados mais saudáveis. Além disso até pode prejudicar a carne, dando-lhe um sabor desagradável.


Leia também: As 5 razões para usar mais azeite


As melhores opções para pincelar o grelhador são o óleo vegetal, de coco ou de semente de uva, pois aguentam melhor as altas temperaturas, mantendo as suas qualidades. O azeite extra virgem de qualidade pode ser usado posteriormente, após os alimentos estarem devidamente grelhados, como tempero.

situações onde é proibido usar azeite
As 4 situações onde é proibido usar azeite

Azeite para tratamento de peles oleosas

Apesar de ser frequentemente usado no cabelo e na pele pelas suas inegáveis propriedades hidratantes, a verdade é que se deve ter cuidado ao usar azeite como tratamento estético, pois ele pode prejudicar peles que sejam oleosas e já de si propensas a formar acne.

O azeite é comedogénico, logo pode obstruir os poros. Assim, para este fim, é uma opção mais saudável o óleo de girassol, o óleo de prímula ou o óleo de argão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.