Início Saúde Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Há diversos sintomas que podem ser indicadores de que está a exagerar no consumo deste produto. Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Há diversos sintomas que podem ser indicadores de que está a exagerar no consumo deste produto. Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

O café está associado a diversos benefícios para a saúde, sendo alvo de vários estudos científicos que revelam os seus efeitos positivos para o organismo. É reconhecido pela comunidade científica que o café é um poderoso estimulante que permite enriquecer o nosso dia, devido aos seus efeitos.

O que é menos partilhado são os seus efeitos negativos…. É que a cafeína em excesso torna-se prejudicial, levando ao desenvolvimento de efeitos secundários desagradáveis, podendo até revelar-se uma bebida perigosa, se for consumida em excesso.

Diferentes pessoas desenvolvem níveis distintos de tolerância à substância. A cafeína pode gerar efeitos no corpo que podem ser mantidos entre uma a nove horas. Muitos deles até podem ser negativos.

Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

A autoridade educa

A nível de saúde, há uma instituição que se impõe como uma autoridade de respeito. A Organização Mundial de Saúde (conhecida pela sigla OMS) é uma autoridade inquestionável, que goza de um estatuto internacional que merece o maior dos respeitos.

Esta autoridade defende que a quantidade máxima de cafeína que se deve consumir é de 400ml, sensivelmente 3 chávenas de café por dia, no máximo.

O que poucos sabem…

Todos deveriam saber, mas a verdade é que muitos desconhecem que a cafeína está presente em diversos produtos alimentares e não só no café. Por isso, os 400ml podem ser superados, se não tivermos em conta outros produtos que contenham cafeína, nomeadamente o cacau e os chocolates que comemos diariamente.

A cafeína também está presente nos refrigerantes, como a coca-cola ou a pepsi, e ainda nos chás! Além disso, há ainda mais produtos, como as bebidas energéticas, que também têm cafeína. Existem produtos como suplementos alimentares e medicamentos que podem apresentar valores altos de cafeína.

Se consome estes produtos, então será melhor reduzir nas chávenas de café por dia. É que estes produtos alimentares, que facilmente encontramos, são consumidos regularmente. Logo, os 400ml podem ser facilmente superados! Tenha isso em atenção!

Leia também:

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Eis alguns dos sinais de que anda a consumir cafeína em excesso

Adição

Está comprovado de que a cafeína pode ser viciante e pode provocar adição a quem o consome.

A cafeína desencadeia no cérebro reações semelhantes às que ocorrem com o consumo da cocaína e de anfetaminas. Não gerando o mesmo tipo de dependência (nem efeitos tão negativos), ela não deixa de se tornar num vício.

Ansiedade

Além de gerar um efeito de alerta nas pessoas que é considerado útil, a cafeína também bloqueia os efeitos da adenosina. Este é um químico cerebral que nos leva a sentirmo-nos cansados.

Isso até pode ser considerado positivo, mas a cafeína também desencadeia a libertação de adrenalina, levando a um aumento da energia. Mas, se for consumida em doses mais elevadas, pode levar à ansiedade e ao nervosismo excessivos. Estudos científicos referem que a cafeína pode aumentar o stress. Deve, por isso, ter em conta se o seu consumo gera este tipo de sintomas em si.

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Fadiga

As bebidas com muita cafeína (café, chás, bebidas energéticas) podem aumentar os níveis de energia. Mas, após a cafeína sair do organismo, gera o efeito oposto. Ora, se continuar a ingerir cafeína regularmente, não chega a sentir essa fadiga…

Frequência cardíaca rápida

Os efeitos estimulantes da cafeína em excesso levam a que o seu coração bata mais depressa. Ela pode ainda alterar o ritmo dos seus batimentos cardíacos…

Insónias

Para quem precisa de maratonas de estudo, o café é importante, pois ajuda a que as pessoas fiquem acordadas. Mas beber sem essa necessidade de noites prolongadas, pode levar a várias horas sem “pregar olho”, pois o café pode não o deixar dormir.

A bebida leva a que se demore a adormecer e reduz significativamente o tempo que se dorme, nomeadamente em idades avançadas.

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Pressão arterial alta

Apesar de aparentemente não aumentar o risco do desenvolvimento de doenças cardíacas ou de AVC´s (Acidentes Vasculares Cerebrais), a cafeína pode aumentar a pressão arterial, pois gera um efeito estimulante no sistema nervoso.

De acordo com os estudos, o efeito da cafeína sobre a pressão arterial é apenas temporário e cria maior impacto em pessoas que não estão habituadas a consumir café.

Problemas digestivos

O café também ajuda o trânsito intestinal. A bebida contém propriedades laxativas. Tal, ocorre devido à libertação de uma hormona que o estômago produz e que ajuda a acelerar a atividade do cólon. Ela ainda ajuda a acelerar as contrações que fazem mover os alimentos no trato digestivo. Por isso, o consumo excessivo da popular bebida pode levar a que se sofra de diarreia.

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Problemas nos músculos

A cafeína, em casos extremamente raros, pode provocar rabdomiólise, que é a destruição das fibras musculares. Tal ocorre só com doses muito elevadas e consumidas num período breve.

Urinar com frequência

Um efeito colateral comum que é desenvolvido pela elevada ingestão de cafeína é o aumento de micção. Tal acontece devido aos efeitos estimuladores do composto na bexiga.

Se sofre de algum destes problemas, experimente reduzir o consumo de café ou até cortar por uma semana.

beber café em excesso
Anda a beber café em excesso? Conheça os sinais!

Importante

O conteúdo aqui apresentado é de caráter informativo. Deve sempre falar com um especialista (pode ser um nutricionista, um médico, ou ambos), antes de proceder a qualquer tratamento recomendado no NCultura, de forma a ter o devido acompanhamento de alguém que tem mais informações sobre si.

Apesar das recomendações serem baseadas em estudos científicos, um especialista tem acesso a muita informação pessoal sobre si que pode ser relevante, seja para avançar com o tratamento, seja para o impedir ou interromper.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.