Início Cultura Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Já me aconteceu usar o termo “espanhol” e ter alguém a corrigir-me, como se tivesse dito um grande disparate. Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?
Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Já me aconteceu usar o termo “espanhol” e ter alguém a corrigir-me, como se tivesse dito um grande disparate. Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

Marco Neves
Marco Neves

Já me aconteceu usar o termo “espanhol” e ter alguém a corrigir-me, como se tivesse dito um grande disparate: afinal, devia saber que o nome correcto da língua oficial de Espanha é “castelhano”.

Também já ouvi um espanhol a declarar alto e bom som que a sua língua é a espanhola e nunca por nunca diria que fala “castelhano” — esse espanhol parecia, aliás, bastante indignado com o uso da palavra “castelhano”.

A questão, na realidade, até é simples: a língua oficial em Espanha (e em vários outros países) tem dois nomes: “espanhol” e “castelhano”. Ambos se referem à mesma língua e são sinónimos. Ponto final.

Enfim, os pontos finais raramente são completamente finais… Os termos “espanhol” e “castelhano” são usados em situações diferentes, embora continuem sempre a referir-se à mesma língua. Espanha usa preferencialmente o termo “espanhol” nas suas relações com o exterior (por exemplo, através da acção do Instituto Cervantes).

No território espanhol, o termo “castelhano” é usado, muitas vezes, como forma de contrapor o espanhol às outras línguas de Espanha. A própria Constituição Espanhola chama “castelhano” à língua oficial em toda a Espanha (co-oficial com outras línguas nalgumas regiões).

Nos outros países “hispanohablantes”, as várias constituições escolhem, de forma aparentemente aleatória, uma ou outra denominação da língua. O uso real do nome pela população varia de país para país:

Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?
Afinal, diz-se «espanhol» ou «castelhano»?

[Fonte]

Como podemos ver no mapa acima, nas regiões espanholas onde também existe outra língua oficial, usa-se preferencialmente o termo “castelhano” — isto se exceptuarmos os independentistas, que dirão “espanhol” com prazer, pois é a língua de Espanha, que não é o país com o qual se identificam. Os outros habitantes das nacionalidades históricas preferem “castelhano” porque sabem que é apenas uma das várias línguas espanholas.

Já conheci catalães que nunca diriam “espanhol” para se referirem à língua de Espanha — mas também conheci uma mexicana que nem conhecia o termo “castelhano” para se referir à língua que falava. Também nos E.U.A., onde o espanhol é a segunda língua, com uma tradição de séculos, praticamente ninguém usa o termo “castelhano”.

Já a Real Academia Espanhola, assumindo que ambos os termos são correctos e sinónimos, recomenda o uso do termo “espanhol”.

Para resumir: em Portugal, podemos usar ambos os termos. Se querem um conselho, prefiram “espanhol”, que sempre é mais comum e mais claro… Mas nem por sombras se lembrem de corrigir alguém porque prefere dizer “castelhano”.

Autor: Marco Neves

Autor dos livros Doze Segredos da Língua Portuguesa, A Incrível História Secreta da Língua Portuguesa e A Baleia Que Engoliu Um Espanhol.

Saiba mais nesta página.
_

2 COMENTÁRIOS

  1. Siempre opinando sobre temas de los que no tiene ni idea. La Real Academia de la Lengua Española, lo es de la lengua Española, no lengua “Castellana”. Se habla en Castilla-Leon, Castilla- La Mancha, Extremadura, Cantabria, Asturias, Canarias, Colombia, México, Venezuela etc . En Portugal les encanta hablar de “Castela” cuando en España se hace muy poco. Preocúpense de sus cosas, sin olvidar que “para atrás, ni para coger impulso”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.