Início Histórias A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

A história do brinquedo é tão antiga como a história do homem! Muitos deles nasceram nas grandes civilizações antigas. A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância.

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

A história do brinquedo é tão antiga quanto a história do homem! Muitos brinquedos que existem hoje nasceram nas grandes civilizações antigas, e vários deles permaneceram inalterados ao longo do tempo.

A viagem pela história dos brinquedos permite-nos percorrer culturas, estilos, modos de vida, regras sociais, uso de materiais e ferramentas, relações pessoais. É uma história recheada de curiosidades, inventores criativos, brinquedos que fazem sucesso e fábricas que lutam para se aperfeiçoar.

Originalmente, os brinquedos de todos os povos são originários da indústria doméstica, daquela que se constituía em pequena escala e atendia às necessidades particulares. Uma indústria que não acabou e que até hoje se tem desenvolvido é a dos brinquedos artesanais.

Como surgiram alguns dos nossos brinquedos:

Bonecas

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

No Antigo Egito, já foram encontradas bonecas em túmulos de crianças, do período situado entre 3 mil e 2 mil a.C., feitas de madeira e banhadas em argila, com cabelos de verdade. Segundo os arqueólogos, as bonecas eram colocadas no túmulo para a criança brincar no mundo do “além”.

Já na Grécia Antiga e em Roma, nos rituais que antecediam o casamento, as jovens que se iam casar, entregavam as suas bonecas e outros brinquedos à deusa Ártemis, simbolizando o fim da infância. A produção de bonecas, com objetivos comerciais, teve início na Alemanha e em Paris, por volta do século XV.

E até 1930, eram produzidas com pano, por costureiras e artesãos. Aos poucos, as bonecas artesanais foram substituídas pelas mais modernas, que cantam, dançam, andam de patins e bicicleta, choram, dormem…

Bonecos de Peluche

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Duas histórias explicam a criação do urso de peluche. Uma versão conta que o urso de peluche foi inventado no século XIX, nos EUA, e ficou conhecido como “teddy-bear” por um motivo curioso: o presidente americano, Theodore Roosevelt, recusou-se a participar numa caçada aos ursos em 1902. Um fabricante de bonecos de peluche decidiu batizá-los de ‘teddy-bear’ em homenagem à atitude de Roosevelt.

A outra versão aponta a sua origem para Alemanha: o desenhista de brinquedos alemão, Richard Steiff, viu uma exibição de ursos verdadeiros e teve a ideia de fazer um urso de brinquedo. Em 1903, ele exibiu o seu novo brinquedo, Friend Petz, na Feira de Brinquedos de Leipzig.

Fofinhos, macios e que dão gosto abraçar, os bonecos de peluche conquistaram adultos e crianças com sua simpatia.

Comboios miniatura

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Um dos admiradores dos comboios foi Napoleão III, sobrinho de Napoleão Bonaparte, eleito presidente da França em 1848 e que, três anos depois, tornou-se imperador. O primeiro comboio elétrico em miniatura foi feito em 1835 por um ferreiro nova-iorquino.

Carrinhos miniatura

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Feitos de madeira, os primeiros carrinhos surgiram em simultâneo com os automóveis reais criados pela indústria Renault, nos primeiros anos do século XX. Com o passar dos tempos, o material utilizado para a produção dos carrinhos mudou, e muito!

Hoje, eles são feitos de plástico, metal ou acrílico, têm controles moderníssimos, mas os tradicionais carrinhos de madeira ainda podem ser encontrados, dividindo o espaço nas prateleiras das lojas com carrinhos de última geração.

Bicicleta

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

No século XV, Leonardo da Vinci já “brincava” desenhando projetos de bicicletas. Mas a bicicleta só foi popularizada em 1790, pelo conde francês Sivrac.

Nesta época, era feita de madeira, não tinha correntes ou pedais e era empurrada com os pés. Só depois de mais de cem anos as ‘bikes’ ganharam pneus e correntes.

Pião

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Cerca de 3 mil anos a.C., na Babilónia, já existiam piões feitos de argila e com as bordas decoradas com formas de animais e humanas ou relevos.

O pião foi um dos jogos tradicionais infantis mais populares de sempre do século passado. Simples e barato, era usado nos pátios das escolas, e nas ruas, por quase todas as crianças.

O movimento do pião resulta de uma guita, ou cordel, enrolado à sua volta. A guita segura-se com a mão por uma das extremidades a qual se desenrola quando atiramos o pião ao chão, puxando-a no sentido contrário.

Caixinhas de música

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Os suíços criaram as primeiras caixinhas de música por volta de 1770. Utilizando o conhecimento que tinham na arte da relojoaria, criaram um mecanismo em que um pente, com dentes de metal, dedilhava sobre um cilindro que girava movido por peças de relógio.

Soldadinhos de chumbo

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Nasceram como jogos de guerra. O brinquedo só passou a ser produzido, comercialmente, na metade do século XIX, em Nuremberg, na Alemanha. Mas era artigo de luxo, só os pequenos nobres podiam tê-los.

Bola

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Há cerca de 6.500 anos os japoneses já fabricavam bolas, utilizando com crinas de animais ou fibras de bambu. Os romanos e gregos preferiam usar tiras de couro, penas de aves e até bexiga de boi.

Os brinquedos só se popularizaram na década de 50, com a produção do plástico em escala industrial.

Papagaio

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Também conhecidas como pipa ou arraia, os papagaios nasceram na China antiga, por volta de 1.200 a.C. Eles foram utilizadas como objeto de sinalização militar.

Os sinais eram definidos de acordo com a cor e movimento que o papagaio desenvolvia no ar. O político e inventor americano, Benjamin Franklin, também usou um papagaio para investigar e inventar o pára-raios.

Macaca

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

De origem francesa, a macaca chegou a Portugal e rapidamente se tornou popular.

Futebol de botão

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Foi inventado pelo brasileiro e carioca Geraldo Décourt, em 1930. Ele começou a usar botões de cuecas para jogar (sim, naquela época, as cuecas tinham botões).

Depois, passou a usar os botões das calças do uniforme escolar, o que fez com que o jogo fosse proibido na sua escola, porque os alunos estavam a acabar com seus botões!

Marionetas

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

O nome que vem de Marion, diminutivo de Maria. A sua origem está relacionada com o nascimento do teatro, no século XVI.

Os chineses passaram a utilizar estatuetas como personagens de espetáculos. Ficaram tão conhecidas que as crianças passaram a desejá-las como brinquedos.

Jogos de tabuleiro

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Xadrez, damas, gamão, ludo e muitos outros. Os primeiros jogos de tabuleiro surgiram há 4 mil anos, em civilizações como Egito e Mesopotâmia.

Foram muito populares na Grécia e em Roma, antes de se espalharam por toda Europa e depois para a América. Normalmente são jogados por duas pessoas, mas existem alguns jogos que admitem até seis pessoas.

Dominó

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

O jogo surgiu na China e sua criação é atribuída ao soldado chinês Hung Ming, que viveu de 243 a.C a 182 a.C. Um dia, os chineses tiveram a ideia de estender os dados no chão e inventaram o dominó.

No Brasil, o dominó chegou através dos portugueses no século XVI e tornou-se passatempo dos escravos.

Skate

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

A história deste brinquedo radical começou na Califórnia, no final dos anos 30, quando os surfistas decidiram levar as suas pranchas para as ruas.

Para fazerem isso, colocaram quatro rodas sob uma tábua de madeira e saíram surfando pelo asfalto! A primeira fábrica de skates surgiu em 1958.

Lego

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Foi criado na Dinamarca em 1949, por um marceneiro chamado Olé Kirk Chirstiansen. Sabia que com apenas seis peças de lego é possível fazer 102.981.500 combinações diferentes? Existem parques feitos de Lego na Dinamarca, Inglaterra e nos Estados Unidos, chamados de ‘Legoland’.

Playmobil

A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância
A origem e curiosidades dos nossos brinquedos de infância

Os bonequinhos foram criados em 1974, na Alemanha. Desde então, a Playmobil já assumiu diversas formas: índios, astronautas, cavaleiros medievais, bombeiros…
_


OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.