Início Opinião 60 impressões de uma brasileira em Portugal

60 impressões de uma brasileira em Portugal

Uma brasileira em Portugal: há 7 anos que eu não como pão francês, aqui o pão é tão duro que se jogar na cabeça de um burro mata o coitado, com certeza.

11230

_
35 – Mas produtos alimentícios importados são caros, vestuário e calçado tem para todas as carteiras.

36 – Em Portugal a rede de telefonia móvel funciona muito bem, o 3G e até o 4G, nas grandes cidades, já é uma realidade.

37 – Em Portugal há 3 grandes operadores de internet e Tv, e mais uns quantos menores, e um pacote com 100 canais + net 30 megas (fibra) + telefone fixo ilimitado para redes fixa custa em torno de 45 a 50 €.

38 – Aqui os Ingleses são chamados de bifes e as Inglesas de bifas.

39 – Atualmente a comunidade Brasileira é a maior comunidade estrangeira residente em Portugal, mas por aqui há gente dos quatros cantos do mundo.

40 – Os trabalhos mais frequentes para os Brasileiros são nas obras, jardinagem e limpezas, e por causa da crise muitos brasileiros foram ou estão indo embora.

41 – Os Portugueses adoram imitar o sotaque Brasileiro, geralmente sem sucesso.

60 impressões de uma brasileira em Portugal
60 impressões de uma brasileira em Portugal

42 – O melhor humorista de Portugal é o Ricardo Araújo Pereira (google).

43 – Apesar de não sentir esse preconceito, é verdade que ainda prevalece a opinião de que as Brasileiras são todas putas, mas essa ideia só não acaba de vez, pelo que eu vejo no dia a dia, por culpa das próprias Brasileiras.

44 – Apesar de ser um povo bastante conservador e fechado, é relativamente fácil fazer amizade com os Portugueses, e são pessoas muito confiáveis.

60 impressões de uma brasileira em Portugal
60 impressões de uma brasileira em Portugal

45 – O que mais me tira do sério em Portugal, no meu dia a dia, é a calçada Portuguesa, quando chove escorrega, quando faz sol escorrega também, e estraga os saltos que é uma beleza.

46 – A população Portuguesa está muito envelhecida, há aldeias no interior do país onde não nasce uma criança há anos…, existe um incentivo para os casais terem filhos, mas é relativamente baixo comparado com outros países europeus, e com a crise os casais pensam 2 ou 3 vezes antes decidirem ter filhos.

47 – A taxa de criminalidade é baixa em Portugal, andar nas ruas é seguro…, o crime mais frequente nos noticiários por aqui são assaltos a caixas multibanco…, e sem exagero, quase sempre tem um Brasileiro envolvido…

48 – A primeira vez que fui fazer uma fotocópia autenticada, quase morri de susto quando a mulher me falou o preço: 25 €! E isso foi logo quando cheguei aqui há 7 anos, agora nem faço ideia do valor.

60 impressões de uma brasileira em Portugal
60 impressões de uma brasileira em Portugal

(cont.)

7 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem mas precisa actualizar na política tanto o presidente como o primeiro ministro. Talvez ainda não apareceu na Folha do Brazil ou outro pas quim.
    LOL está coberto pelo acordo?

    • Desculpe, mas a senhora está muito contrariada e deveria voltar para o Brasil … Ninguém merece morar num lugar contra a sua própria vontade …é a sua vida que está perdendo.

  2. O ponto 19 é completamente errado!

    Aliás, se Portugal tivesse um rei, o Sr Duarte de Bragança e a sua descendência seriam os últimos portugueses na linha de sucessão já que a sua linha foi excomungada da linha de sucessão real.
    O que acontece é que “dava jeito” a um novo “regime político” chamado democracia alimentar esse facto e portanto como esse Sr. é “compincha” fizeram por ignorar a realidade.

    Mas como em qualquer regime politico, se voltassemos à monarquia as regras que se aplicariam seriam as regras monárquicas (da mesma forma que as regras monárquicas não se aplicam à democracia o contrário também é verdade), e assim segundo as regras monárquicas o Sr Duarte não tem qualquer pretenção legitima ao trono.

    Uma mentira repetida muitas vezes não se torna verdade por mais que esse Sr. insista.
    Julgo, apesar de não estar certo, que segundo as regras monárquicas o Sr Duarte de Bragança não pode sequer usar o título de “Dom”.

  3. fotocopias autenticadas por meia duzia de centimos nas juntas de freguesias , de norte a sul do país

    Seja feliz no meu país que tambem é o seu enquanto cá estiver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.