Início Saúde 6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Conheça quais os alimentos que ajudam a dar maior longevidade à nossa vida. Descubra 6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável.

6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Descubra 6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável. É cada vez mais comum assistirmos a pessoas a chegarem aos 90 e aos 100 anos. Há uma mudança na qualidade de vida, uma alimentação mais variada e em quantidade que pode contribuir para um aumento da esperança média de vida. É frequente ver pessoas passar os 80 anos com facilidade. Até deixou de ser raríssimo ver pessoas a ultrapassar os 90 ou até os 100 anos. Uma vida saudável permite aumentar a possibilidade de uma existência com maior longevidade, permitindo às pessoas envelhecer com qualidade, desde que sigam uma dieta rigorosa, baseada em determinados alimentos.

É que há alimentos que possuem propriedades medicinais que, não assegurando uma vida até aos 100 anos, aumentam a probabilidade de uma existência mais saudável.

Conheça os alimentos que o poderão ajudar a ter um envelhecimento com mais qualidade. Se pretende uma vida mais longa e saudável, conheça melhor os seguintes alimentos…


Leia também: Vinagre de maçã e bicarbonato de sódio ajudam a perder peso


6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Alho e cebola

A melhor forma de começar este artigo é com dois alimentos que estão presentes em inúmeros pratos da gastronomia nacional, pois um bom refogado à portuguesa leva sempre alho e cebola.

O alho é um alimento rico que gera diversos benefícios. Por conter alicina, reduz o colesterol e coágulos no sangue, prevenindo problemas como a aterosclerose e a obstrução coronária.

De acordo com alguns estudos, tanto a cebola como os alhos ajudam a prevenir problemas cancerígenos. Pessoas que comam regularmente esses alimentos reduzem a probabilidade de ter um cancro, pois tanto a cebola como o alho possuem propriedades antibacterianas que tratam infeções.

Além disso, também regulam o açúcar no sangue. Só no alho há vinte compostos com propriedades anticancerígenas.

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Açafrão

O açafrão tem propriedades que permitem melhorar a digestão, além de atuar no processo de desintoxicação hepática. A curcumina é um precioso princípio ativo presente no açafrão que contribui para diversos benefícios. A probabilidade de se sofrer doenças degenerativas é reduzida.

A curcumina elimina os sintomas de Alzheimer, combatendo a inflamação e a oxidação. Aliás, ela impede que a beta amiloide cerebral (que é a proteína responsável pelo doença) se instale.

Os antioxidantes dos curcuminoides contribuem para a prevenção e combate de diferentes problemas de saúde. Por estes proporcionarem ação anticancerígena e anti-inflamatória, os sinais do envelhecimento são reduzidos.

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Algas marinhas

O consumo de algas reduz a mortalidade por cancro de pulmão, tanto em homens como em mulheres, tal foi revelado num estudo do Japão.

Este estudo revelou ainda que esse consumo de algas marinhas reduz a mortalidade por doença cerebrovascular em mulheres e diminui a mortalidade por cancro no pâncreas nos homens. As algas são ricas em micronutrientes que se revelam preciosos para a saúde.

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Arroz integral

Este é um alimento rico, com propriedades benéficas para a nossa saúde, que contém mais de 70 antioxidantes (nomeadamente vitamina E, vitaminas B). Este é um dos alimentos que mostra grande eficácia na redução do açúcar no sangue, sendo particularmente benéfico para pessoas com diabetes.

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Gengibre

Outro produto que se revela “mágico” é o gengibre. Por conter geraniol, revela-se outro precioso soldado a combater o cancro. É ainda um alimento anti-inflamatório, permitindo que a dor seja aliviada após um consumo regular de gengibre.

Os coágulos sanguíneos também são prevenidos quando este alimento é integrado regularmente no nosso regime alimentar. É também um alimento que combate sintomas como náusea, dores de cabeça e enxaquecas.

vida mais longa e saudável
6 alimentos que contribuem para uma vida mais longa e saudável

Vinho tinto

O vinho tinto é rico em flavonoides (entre eles o famoso resveratrol, um dos antioxidantes mais estudados no mundo), antioxidantes que geram diversos benefícios para a saúde. Estes contribuem para prevenir os radicais livres (doenças degenerativas e o envelhecimento celular são causados por estas moléculas). O resveratrol contribui para prevenir o aparecimento de diversas doenças, nomeadamente tumores.

Há uma maior produção do chamado “colesterol bom”, após o consumo de vinho tinto. É necessário um consumo moderado para obter estes benefícios, mas a contenção compensa!


Leia também: Açafrão com mel, remédio natural que não tem preço


Evite o consumo de carne

O consumo de carne, que muito contribui para a nossa evolução, pode atualmente levar a problemas de saúde. Há quem defenda que é possível evitar doenças degenerativas e cancros optando por rejeitar integrar carne no seu regime alimentar. É mais saudável viver sem carne.

Os vegetarianos mantêm uma dieta rica em legumes e vegetais e este regime sem carne torna-os mais saudáveis, sendo menos provável sofrerem de doenças de origem alimentar.

Conclusão

A longevidade não depende só de si, pois há muitas variáveis que contribuem para a nossa existência. Se formos atropelados, não há alimentação que nos salve. Se houver uma herança genética negativa, dificilmente fugimos ao “destino” com uma alimentação saudável.

Mas, fora estes casos mais radicais, a alimentação pode realmente interferir (para o bem e para o mal) no seu percurso vital. Em parte, somos o que comemos. Se escolhermos bem o que colocamos à boca, podemos criar condições de aumentar a probabilidade de termos mais longevidade.

Recomendação

Marque uma consulta com um nutricionista para que tenha um acompanhamento especializado ao longo da integração destes alimentos no seu regime alimentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.