Início Pessoas 41 frases que marcaram Portugal em 2017

41 frases que marcaram Portugal em 2017

Com o ano a chegar ao fim relembramos algumas das frases, de políticos e figuras públicas, que marcaram a atualidade nacional em 2017.

_

António Costa

© MIGUEL A. LOPES

“Infelizmente, esta é seguramente a maior tragédia de vidas humanas de que temos conhecimento nos últimos anos em Portugal.” António Costa, 18-06-2017

Constança Urbano de Sousa

© ANT\303\223NIO COTRIM

“Foi um dia muito emocionante. (…) É um momento de ação. Temos que agir e temos que reagir.” Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, 19-06-2017

Constança Urbano de Sousa

© TIAGO PETINGA

“Um comandante nunca abandona os seus homens.” Constança Urbano de Sousa, 21-06-2017

Heloísa Apolónia

© MIGUEL A. LOPES

“Portugal tem de deixar de ser uma ‘eucaliptolândia’.” Heloísa Apolónia, líder do PEV, 28-06-2017

Capoulas Santos

“Não se autorizarão novas plantações de eucalipto em Portugal.” Capoulas Santos, 30-06-2017

Artur Pina Monteiro

“Representou um soco no estômago.” Artur Pina Monteiro, chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas, sobre o roubo em Tancos, 11-07-2017

Gentil Martins

© TIAGO MIRANDA

“O Ronaldo é um excelente atleta, tem imenso mérito, mas é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém. Toda a criança tem direito a ter mãe. Mais: penso que uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma.” Gentil Martins, cirurgião, 15-07-2017

André Ventura

“Os ciganos vivem quase exclusivamente de subsídios do Estado.” André Ventura, candidato do PSD/PPM à Câmara de Loures, 17-07-2017

António Costa

© LUSA

“No dia em que o primeiro-ministro e o Presidente da República entrarem numa competição de popularidade o país tem motivos para se preocupar, porque isso não corresponde ao regular funcionamento das instituições democráticas.” António Costa Expresso, 19-08-2017

Manuel Alegre

“[Marcelo Rebelo de Sousa] restituiu confiança aos portugueses, com a afetividade, as ‘selfies’, tudo isso… Podemos pensar que é exagerado, mas os portugueses precisavam disso.” Manuel Alegre, histórico do PS, 26-08-2017

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.