Início Cultura 300 expressões típicas alentejanas

300 expressões típicas alentejanas

Descubra 300 expressões típicas alentejanas. O Alentejo, uma região de gente com muita alma e... com muitas peculiaridades.

_

D

Dá-me um cadinho = Dá-me um pedacinho
Daquem nada = Daqui a pouco
Dar de corpo = Ir ao WC
Dar o dito por não dito = Faltar ao combinado
Dar à sola = Fugir
Dar o cigarro = Curto descanso aos trabalhadores
Dar a salvação = Dar os bons dias
Dar um passou bem = Dar um aperto de mão
Dar fulano (a) a alguém = Insinuar como namorado (a)
Dar pano para mangas = Dar muito que falar
Dar boas águas = Dar esperança de melhoras
Dar de si = ceder
Dar o risco = Orientar/mandar fazer
Dar vazão = Desimpedir/ fluidez duma tarefa
De má raça= Ruim
De  má mente = de má vontade
De nariz empinado = Vaidoso/ impostor
Deu-me uma guinada = senti uma dor aguda
Debotar = Desbotar/mudar de cor
Dedo maminho = Dedo mínimo
Desapareceu do mapa = Deixou de ser visto
Descabeçar um cadinho = Fazer um sesta ligeira
Detari gafanhotos = Cuspir para cima de alguém involuntariamente
Detari a galinha = Meter a galinha no choco
Deta-se com as galinhas = Deita-se muito cedo
Detari água na fervura = Apaziguar/ moderar discussão
De boa catadura = Bem disposta (o)
De má mente = Contrariado
Deu uma grande cabeçada = Foi mal sucedido nas suas opções/mudança
Dia aziado = Dia aziago/ mau presságio
Disse um ageneira = Disse um palavrão
Dizer uma alhada = Dizer um palavrão/caralhada
Dormir na forma =Não cumprir uma tarefa
Dubar a lã = Formar em novelo

E

É do catano = É tramado/ imprevisível
É mouco que nem uma porta= É muito surdo
Em jum = Em jejum
É uma grande pensão cuidar de = É um grande encargo
Então e daí ? = Qual é o problema?
Enfernizar a vida = dar cabo da vida/ por a vida num inferno
Estamos cagádos = Estamos tramados
Está em pulgas = Está ansioso
Estar enterado = Estar informado
Está cá um briól/frialdade = Está muito frio
Está cagando para ele/ela = Ex : Amor não correspondido
Está com as trazentas = Está zangado
Está capaz doutra = Está recuperado de uma maleita
Está com po péis para a cova = Está velho debilitado/ a morrer~
Está com a corda nas goelas = Está aflito/ com dívidas
Está enuverado/enfarruscado= Céu nublado
Está para qualquer dia = Está prestes a parir
Estar a mal com alguém = Estar de relações cortadas
Estrapaciou tudo o que tinha = Esbanjou/destruiu
Estorrou o dinheiro todo =  Gastou o dinheiro todo
Estorrina do calor = Hora do maior calor

F

Fala pelo cotovelos = Tagarela/ muito falador
Fazer Farnhera = Impotência do homem para o acto sexual
Fazer ronha= Demorar a executar uma tarefa
Fazer um casamento = Misturar passas de figo com nozes ou amêndoas e comer.
Fazer o pézinho = Fazer o acabamento de pinturas junto ao solo
Fez tirnta por uma linha= Fez o que quis sem regras
Foi enxógado = Levou tareia
Foi malhado = Levou porrada
Filho dum real cabrão = Ofensa verbal mais grave
Fizeram uma grande estouraria= Fizeram grande algazarra
Poupar dinheiro = Amealhar/poupar
Fulano é rabicho = É maricas

G

Galo na cabeça = Hematoma
Galar a melancia = Fazer um orifício para ver se está madura
Gotêra na cabeça = Hematoma
Grande lesma = fraco/lento

I

Ir embora = Abalar
Inda tás aí = Ainda aí estás
Inda agora = Há pouco tempo
Inda mal chegou = Acabou de chegar
Inda nã pinta = Ainda não tem pelos púbicos
Inda tem os três vinteis = Ainda é virgem
Ir a corta mato = Ir por atalhos
Ir à da minha (meu) familiar = Ir visitar a tia, prima etc.

J

Já vens a dar fé = Já vens feito curioso
Jesus Marizéi = Santinho/quando alguém espirra

Largar algo = Deixar/ abandonar
Lavar os olhos = Ver alguém de quem se gosta
Leva uma desanda = leva um correctivo
Levar uma desanda = Levar repreensão
Levar uma boga/piza /fuerada /semanta = Levar tareia
Levas uma lamparina = Levas uma bofetada
Levas uma galheta=       ”          ”         ”
Levou uma pastilha = Foi multado
Linda de propriedade = Extrema /limite

M

Mal tomado = Zangado
Matar o bicho = Tomar a primeira bebida alcoólica do dia
Meia arráte = Meio arrátel /500 gr (moeda antiga)
Metêsse na cabeça = Cismou
Meter botas à ribeira =Aventurar-se a fazer algo
Meteu-se numa alhada = Meteu-se em problemas
Munta família = Muita gente na família
Munto povo = Muita gente

N

Nã sabe patavina = Não sabe nada
Nã diz coisa com coisa = Está baralhado nas ideias
Nã há viválma por aqui = Não há ninguém por aqui
Nã dá mão = Não obedece
Nã é boa rêz = Não é de confiança
Nã dá rego= Mal se pode mexer/adoentado
Nã le fazem o ninho atrás da orelha = Ninguém o engana
Nã me tá dado = Não fica bem eu fazer determinada acção
Nã pode com uma gata po rabo = Não tem força nenhuma/muito fraco
Nã sei se ele lá tará  = Não sei se ele lá estará
Nã tô prá ai virado = Não tenho a mesma opinião
Nã te enteráste = Não te apercebeste
Nã te rales = Não te incomodes
Nã te hêde dezer = Não te hei-de dizer
Nã me caiem os parentes ( testiculos) na lama = Quando o homem desempenha tarefa de mulher
Nã tem talho nem maravalho = Coisa sem o minimo de perfeição
Nã tem tacto nenhum = Não tem juizo *
Nã quer as sopas = Quando o objecto dificulta a execução da tarefa
Nã vale um pedo dum cigano = Não vale nada/inútil
Nasceu ralo = Nasceu com muitas falhas

(cont.)

6 COMENTÁRIOS

  1. História de Aguaí-SP
    Século XVIII
    Conforme documentos existentes no 1º Cartório de Mogi Mirim, no ano de 1700 as famílias Alves e Tangerino apossaram-se de terras nessa região em que serpeia o riacho Itupeva. Em 1788, estes campos passaram a ser propriedade de Bento Dias Moreira, que por sua vez, os transferiu a João Moreira da Silva e Silvestre Antonio da Rosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.