Início Histórias 27 tesouros perdidos (1 é português)

27 tesouros perdidos (1 é português)

Foram destruídos durante a guerra, escondidos e alguns nem sequer sabemos se existem. 27 tesouros perdidos (1 é português) que estão desaparecidos há anos.

27 tesouros perdidos (1 é português)
27 tesouros perdidos (1 é português)

27 tesouros perdidos (1 é português)

Foram destruídos durante a guerra, escondidos ao ponto de se perderem e alguns nem sequer sabemos se realmente existem. Conheça 27 tesouros perdidos do mundo que estão desaparecidos há anos.

Em 1357, o navio São Vicente partiu de Lisboa em direção a Avignon, França. A bordo estava um verdadeiro tesouro guardado durante anos pelo bispo Thibaud de Castillon, que morrera pouco anos antes na capital portuguesa: cofres gigantescos e cobertos de ouro, prata, joias, anéis, pratos finos, tapeçarias e até altares portáteis. E a viagem corria bem até o navio ter passado junto a Cartagena.

Ao navegar junto à costa espanhola, dois navios pirata cheios de salteadores bem armados invadiram o São Vicente e saquearam tudo o que havia de valioso no tesouro do bispo. Um dos barcos, comandado por Antonio Botafoc, encalhou e os bens portugueses levados pela tripulação foram resgatados.

Mas nem sinal do tesouro de Thibaud de Castillon, que podia estar a bordo do outro navio, nas mãos do pirata Martin Yanes. Desde o século XIV que ninguém sabe do tesouro de Castillon.

Descobrir o tesouro do bispo podia valer ao aventureiro uns bons milhões na conta. Mas a busca por estes 29 objetos valiosos, que pode ver nas imagens em baixo, tem-se mostrado infrutífera: na Áustria, por exemplo, vários mergulhadores já morreram na tentativa de encontrar o ouro alegadamente afundado por nazis no lago Toplitz.

Há até quem duvide da sua existência, de tão impossível que parece ser encontrá-lo. Certo é que as histórias de mistério destes tesouros são também marcas da nossa História, seja dos tempos da Grécia Antiga ou tão recente quanto o assalto ao Museu Isabella Stewart Gardner.

Descubra mais nas imagens seguintes:

Câmara de Âmbar

27 tesouros perdidos
Câmara de Âmbar – Getty Images – 27 tesouros perdidos

Câmara de Âmbar no Palácio de Catarina, Rússia. Era uma sala feita de 450 quilos de âmbar. Ficava em Tsarskoe Selo, que foi capturada pela Alemanha em 1941. Foi destruída e o âmbar nunca mais foi visto.

Sarcófago de Miquerinos

27 tesouros perdidos
Sarcófago de Miquerinos – Egyptology News Network – 27 tesouros perdidos

Sarcófago de Miquerinos. Ficava na menor das pirâmides de Gizé. Em 1830, os britânicos destruíram parte dela para encontrar o sarcófago, que afundou a bordo de um navio. Nunca foi encontrado.

Arca da Aliança

27 tesouros perdidos
Arca da Aliança – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Arca da Aliança. Diz-se que é no seu interior que estão as placas com os 10 Mandamentos. Estaria num templo destruído por Salomão.

Honjo Masamune

27 tesouros perdidos
Honjo Masamune – Rakuten – 27 tesouros perdidos

Honjo Masamune. Foi criada no séc. XIII pelo maior fabricante de armas japonês. A espada foi passada de família em família até à II Guerra Mundial, quando foi entregue aos americanos. E desapareceu.

Biblioteca dos Czares de Moscovo

27 tesouros perdidos
Biblioteca dos Czares de Moscovo – 27 tesouros perdidos

Biblioteca dos Czares de Moscovo. Terá sido construída pelos governantes do Grão-Ducado de Moscovo e estaria cheia de textos antigos em várias línguas.Ivan, o Terrível, tê-la-á escondido para sempre.

Jóias da Coroa Irlandesa

27 tesouros perdidos
Jóias da Coroa Irlandesa – Derry O’Brien – 27 tesouros perdidos

Jóias da Coroa Irlandesa. Foram roubadas em 1907 da biblioteca do Castelo de Dublin, que não era muito segura. Incluíam alfinentes de diamantes, rubis e colares de ouro. Ninguém sabe quem as roubou.

Poemas de Safo

27 tesouros perdidos
Poemas de Safo – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Poemas de Safo. Era uma importante poetisa da Grécia Antiga, mas foram poucas as obras que chegaram ao nosso tempo. Os que sobreviveram foram vendidos a um colecionador anónimo.

Os Juízes Justos

27 tesouros perdidos
Os Juízes Justos – Vanderveken – 27 tesouros perdidos

Os Juízes Justos. Era um dos painéis da obra O Cordeiro de Deus, de Huberto e Jan van Eyck. Foi roubado da Catedral de Saint Bavo (Bélgica) em 1934 e nunca mais foi encontrado.

Diamante Florentino

27 tesouros perdidos
Diamante Florentino – Universal History Archive – 27 tesouros perdidos

Diamante Florentino. Tinha 133 quilates e, em 1918, pertencia à família real de Habsburgo. Estava num cofre na Suíça confiado ao advogado Bruno Steiner. Mas ninguém sabe o que ele fez com o diamante.

Batalha de Anghiari

27 tesouros perdidos
Batalha de Anghiari – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Batalha de Anghiari. Era um mural de Leonardo da Vinci de 1440 que ficava no Palazzo Vecchio. Desapareceu em 1563 quando Giorgio Vasari restaurava o espaço.

Menorá do Segundo Templo

27 tesouros perdidos
Menorá do Segundo Templo – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Menorá do Segundo Templo. Quando rebeldes judeus tentaram libertar Israel dos romanos, o general Tito foi buscar tesouros ao país. Um desses tesouros era o menorá, que ninguém sabe se chegou a Roma.

Manuscritos de Cobre

27 tesouros perdidos
Manuscritos de Cobre – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Manuscritos de Cobre. É um documento em cobre do Mar Morto, encontrado na caverna Qumran, que sugere localizações para tesouros sagrados desaparecidos. Está num museu da Jordânia.

Museu Isabella Stewart Gardner

27 tesouros perdidos
Museu Isabella Stewart Gardner – Isabella Steward Gardner Museum – 27 tesouros perdidos

Museu Isabella Stewart Gardner. Em 1990, dois ladrões vestidos de polícia roubaram 13 obras no valor de 500 milhões de dólares. Incluíam obras de Rembrandt e Edgar Degas. Ninguém sabe delas.

Homem de Pequim

27 tesouros perdidos
Homem de Pequim – University of Iowa – 27 tesouros perdidos

Homem de Pequim. Era o crânio de um “homo erectus” descoberto em 1923 numa aldeia de Pequim. Desapareceu em 1941, quando o Japão invadiu o país.

Fonte Q

27 tesouros perdidos
Fonte Q – 27 tesouros perdidos

Fonte Q. É um texto hipotético que, a existir, terá ditados de Jesus que inspiraram os evangelhos de Lucas e Mateus, que têm passagens idênticas.

Ouro do Lago Toplitz

27 tesouros perdidos
Ouro do Lago Toplitz – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Ouro do Lago Toplitz. Diz-se que, na II Guerra, forças de Hitler afundaram grandes quantidades de ouro no lago Toplitz, na Áustria. Já morreram pessoas em busca dele, mas nada foi encontrado.

Retrato de Um Jovem

27 tesouros perdidos
Retrato de Um Jovem – Rafael Sanzio – 27 tesouros perdidos

Retrato de Um Jovem. Era uma obra de Rafael Sanzio que desapareceu do Museu Czartoryski (Polónia) durante a II Guerra. Estava num chalé do nazi Hans Frank, mas não foi encontrado depois da sua morte.

Szkatuła Królewska

27 tesouros perdidos
Szkatuła Królewska – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Szkatuła Królewska. Era um baú inventado pela princesa Izabela Czartoryska com artefactos da família real polaca. Na II Guerra Mundial ficou nas mãos da Alemanha e o seu conteúdo ficou perdido.

Love’s Labour’s Won

27 tesouros perdidos
Love’s Labour’s Won – AFP/Getty Images – 27 tesouros perdidos

Love’s Labour’s Won. Julga-se que, a par da comédia “Love’s Labour’s Lost”, Shakespeare escreveu outra peça em 1590. Mas nenhum exemplar é conhecido até hoje. Terá sido vendido entre 1598 e 1603.

Cabeça de Fauno

27 tesouros perdidos
Cabeça de Fauno – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Cabeça de Fauno. Era uma obra de Michelangelo quando tinha 13 anos, mas que está desaparecida. Estava no Museu Bargello em 1944, mas foi levada por alemães.

Natividade

27 tesouros perdidos
Natividade – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Natividade com São Francisco e São Lourenço. É uma pintura de 1609 de Caravaggio que mostra o nascimento de Cristo. A obra foi roubada em 1969 em Palermo, possivelmente pela máfia siciliana.

Ovos Fabergé

27 tesouros perdidos
Ovos Fabergé – Gatchina Palace – 27 tesouros perdidos

Ovos de Páscoa da família Romanov. Eram 50 ovos ornamentados criados entre 1885 e 1916 pela Fabergé. Com a morte dos membros da família, pensa-se que os ovos estão agora em coleções particulares.

Taça Jules Rimet

27 tesouros perdidos
Taça Jules Rimet – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Taça Jules Rimet. Seria entregue à primeira seleção a ganhar o Mundial. Foi entregue ao Brasil em 1970 mas foi roubada anos depois no Rio. A base foi encontrada num porão da sede da FIFA.

Câmara de George Mallory

27 tesouros perdidos
Câmara de George Mallory – 27 tesouros perdidos

Câmara de George Mallory. George Mallory e Andrew Irvine tentavam escalar o Evereste em 1924 quando morreram. Mallory nunca foi encontrado e é possível que a câmara fotográfica estivesse com ele.

Navio São Vicente

27 tesouros perdidos
Navio São Vicente – Wikimedia Commons – 27 tesouros perdidos

Navio São Vicente. No tempo de Afonso IV, o navio São Vicente partiu de Lisboa a caminho de Avignon. Foi atacado por piratas e todo o ouro, prata, altares portáteis e tapeçarias foram roubados.

A Vida do General Villa

27 tesouros perdidos
A Vida do General Villa – 27 tesouros perdidos

A Vida do General Villa. Era um filme de 1914 sobre Francisco “Pancho” Villa, um rebelde mexicano. Continha imagens verdadeiras da batalhas de Villa, mas foi destruído pouco depois de ter sido lançado.

Evangelhos do I século

27 tesouros perdidos
Evangelhos do I século – 27 tesouros perdidos

Evangelhos do I século. Julga-se que, antes de Marcos, Lucas, Mateus e João, outros evangelhos tenham sido escritos mas possam estar perdidos. Essa teoria nunca foi comprovada.

Autora: Marta Leite Ferreira
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.