Início Histórias 15 expressões saídas da publicidade que usamos vezes sem conta

15 expressões saídas da publicidade que usamos vezes sem conta

Há anúncios que entram na memória coletiva e passam a fazer parte da cultura popular. Recorde 15 expressões saídas da publicidade que perduraram no tempo.

_

13. Falta-te um bocadinho assim

Ora aqui está uma expressão com gesto incorporado. Quando estamos quase a conseguir atingir um objetivo, mas ainda falta o quase, há sempre alguém que aproxima o indicador do polegar e nos manda comer um Danoninho.

14. Há uma linha que separa…

Esta expressão é mais recente, embora a marca de telecomunicações já tenha entretanto mudado de nome. Andou na boca de todos no início desta década e até o então líder do PS, António José Seguro, glosou o slogan: “Há uma linha que separa a austeridade da imoralidade”, disse em 2012, em relação à proposta do Governo para descer a TSU.

15. Poder, podia, mas não era a mesma coisa

Poucos anos antes, aquando da introdução da fibra na sua oferta de serviços, a Zon teve uma campanha com figuras públicas, cujo mote foi repetido vezes sem conta, substituindo o nome da marca por aquilo que se quisesse, como por exemplo: “Podia viver sem as histórias do NCultura? Poder, podia, mas não era a mesma coisa.”

Se se lembrar de mais expressões, sinta-se à vontade para as partilhar na caixa de comentários.

Autor: Tiago Tavares
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.