Início Cultura 10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

A maneira como escrevemos tem um enorme impacto na nossa imagem. E nunca é tarde para aprender: 10 erros de português que arruínam a sua credibilidade.

10 erros de português que arruínam
10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

A maneira como escrevemos tem um enorme impacto na nossa imagem. E nunca é tarde para aprender: 10 erros de português que arruínam a sua credibilidade.

Escrever bem é meio caminho andado para causar uma boa impressão seja no que for. Tem um currículo invejável, mas enviou um e-mail repleto de erros?

Esse pode muito bem ser um dos fatores que fará com que não seja escolhido/a. Conheça alguns dos erros mais comuns da língua portuguesa de seguida.

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Qualqueres

Há uma tendência qualquer que as pessoas têm de usar “qualqueres” como plural da palavra “qualquer”. Há também quem assuma o risco e use “quaisqueres”.

Como acontece com muitas das coisas que as pessoas têm tendência a usar, esta também está errada. O plural de “qualquer” é “quaisquer”. “Qualqueres” não é nada e “quaisqueres”, quanto muito, é o plural do plural.

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Esitar

É bastante provável que a letra H tenha sido introduzida no nosso alfabeto apenas para tornar a nossa vida mais complicada. Como é uma consoante muda e não acrescenta nada a nível sonoro à palavra, muitas pessoas esquecem-se de a escrever.

Sucede que há várias palavras que têm H no início e esta é uma delas. Claro que, pelos motivos já mencionados, há várias pessoas que se esquecem desse H e optam por escrever apenas esitar e poupar a tinta da caneta.

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Extender

Para quem trabalhar diariamente com a língua inglesa, a palavra pode até não parecer mal escrita à primeira vista.

Sucede que a tradução à letra de extend não é extender mas sim estender. Quer nos refiramos à palavra no contexto de “estender a roupa” ou de extensão de qualquer coisa, em ambos os casos se usa o S e não o X.

erros de português que arruínam
10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Losangulo

Primeiro que tudo vamos concordar que é totalmente inútil haver um nome específico para uma figura geométrica de quatro lados.

Já há dois: retângulo e quadrado. Um losango (sim, losango) nada mais é que um quadrado ou um retângulo que sofreu um desvio de 90º.

erros de português que arruínam
10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Interviu

A conjugação do verbo intervir no pretérito perfeito do indicativo é um problema para muitos portugueses. Não é complicado se pensarmos na formação da palavra. Intervir vem do verbo vir e, por isso, os tempos verbais formam-se da mesma forma.

“Viu” é parte do verbo ver e não do verbo vir. O pretérito perfeito de vir na terceira pessoa do singular é “veio”, o que faz com que a mesma conjugação do verbo “intervir” seja “interveio” e não “interviu”.

10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Á

Há apenas duas palavras com acento grave: à e àquele. Ambas resultam de contrações da preposição “a”.

O acento agudo no “a” está errado da mesma forma que “ás” também é errado a menos que se refira à carta de jogar.

10 erros de português que arruínam
10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Secalhar

Se e calhar são duas palavras distintas. Se é uma conjunção condicional e calhar é o futuro do conjuntivo do verbo homónimo.

São palavras diferente e, por isso mesmo, está errado escrevê-las juntamente.

10 erros de português que arruínam
10 erros de português que arruínam a sua credibilidade

Houveram

O verbo haver é sempre impessoal e, por isso mesmo, só se usa na 3.ª pessoa do singular. Um grupo de pessoas não “houveram”.

Um grupo de pessoas “houve” da mesma forma que uma pessoa apenas “houve”.

10 erros de português que arruínam
Língua Portuguesa

Faria-o

Está cientificamente provado que usar apenas um hífen no futuro do indicativo e no condicional da conjugação pronominal provoca graves alergias a pessoas que sabem como usar pronomes mesoclíticos.

10 erros de português que arruínam
Língua Portuguesa

Jantas-te

Um dia alguém decidiu introduzir o hífen nas nossas vidas para as complicar. “Jantaste” e “jantas-te” são demasiadas vezes confundidas como se “jantas-te” fizesse sequer sentido.

Ora, “jantaste” é o pretérito perfeito do verbo jantar. “Jantas-te” não está errado se nos estivermos a referir a uma pessoa que, não é só é canibal, como se come a si própria.


OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

20 COMENTÁRIOS

    • O que presenta será um retângulo (diagonais de tamanho diferente).
      O Losango é um quadrilátero sim mas, ao contrário do retângulo ou do quadrado, os seus ângulos não têm 90 graus. Um caso conhecido é o símbolo da Renault.

      • Meu deus, que falta de estudo, losango sempre tem dois ângulos iguais menores que 90º e dois ângulos iguais maiores que 90º, sempre é equilátero e os ângulos iguais estão em lados opostos.
        O Quadrado é um caso especial (único) de losango, é um losango porém é equiângulo e equilátero. (Como é único não chamamos de losango e sim de quadrado, mas se encaixa nas definições de losango).
        Todos os outros losangos não são equiângulos.
        O retângulo não é losango pois não é equilátero, já que retângulo equilátero é um quadrado. (Como só existe 1 retângulo equilátero não chamamos de retângulo e sim de quadrado).

  1. Vamos todos concordar que há vários tipos de quadriláteros e que alguns deles são casos notáveis e que por isso têm uma designação própria.
    Exemplos disso sao os retângulos, os quadrados, os losangos, os trapézios e os paralelogramos.
    Se não vê interesse algum nisso, pode sempre pedir uma mesa com 4 lados iguais à espera de receber uma mesa quadrada e ver qual dos exemplos acima vai receber. Se receber um paralelogramo ou um losango talvez não fique muito feliz.
    Deixe lá os comentários matemáticos que os seus sobre português são muito bem vindos.
    🙂

  2. Como já pedido uma vez por alguém, por favor, NÃO DEEM DESTAQUE PARA O ERRADO, pondo-o no quadro verde!
    Seria bom mesmo pôr as duas palavras juntas, antecedidas de CERTO e ERRADO, sempre seguidas, embaixo, de uma explicação.

  3. O acento grave só se utiliza nestas palavras:

    à – resultado da contracção de a + a (exemplo: vou à praia);

    àquilo – resultado da contracção a + aquilo;

    àquele, àquela, àqueles, àquelas – igualmente resultado da contracção de a + aquele; a + aquela; a + aqueles; a + aquelas;

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.