Início Lugares Santuários de Portugal: 12 Lugares Sagrados

Santuários de Portugal: 12 Lugares Sagrados

De norte a sul, conheça alguns dos mais belos santuários de Portugal mas também a sua História, lendas e festas religiosas a eles associadas.

4258
COMPARTILHE
Santuário de Nossa Senhora da Peneda, Gavieira, Arcos de Valdevez
Santuário de Nossa Senhora da Peneda, Gavieira, Arcos de Valdevez

Santuários de Portugal: 12 Lugares Sagrados

De norte a sul, conheça alguns dos mais belos santuários de Portugal mas também a sua História, lendas e festas religiosas a eles associadas.

Igreja do Mosteiro de Nossa Senhora de Arouca, Aveiro

Igreja do Mosteiro de Nossa Senhora de Arouca, Aveiro

A história do Mosteiro de Arouca é multissecular e acidentada. Inicialmente beneditino, data de pouco antes do ano 925 e teve como primitivos patronos S. Pedro e S. Paulo, S. Cosme e S. Damião. Já na fronteira dos séculos XI e XII surge o patrono D. Tude Viegas que, com seu filho Mónio Rodrigues, obtêm de D. Afonso Henriques, em 1132 e 1143, cartas de couto em benefício do mosteiro.

Sem que se saiba porquê o mosteiro foi integrado nos bens da Coroa: D. Sancho deixou-o em testamento à filha D. Mafalda.

A festa anual tem lugar a 2 de Maio.

Santuário de Nossa Senhora da Peneda, Gavieira, Arcos de Valdevez

Santuário de Nossa Senhora da Peneda, Gavieira, Arcos de Valdevez
Santuário de Nossa Senhora da Peneda, Gavieira, Arcos de Valdevez

O Santuário de Nossa Senhora da Peneda está construído na serra da Peneda, a 780 metros de altitude e nele se realiza uma das mais concorridas romarias nacionais. Este santuário substituiu uma primitiva ermida, ereta em memória da lendária aparição da Senhora da Peneda no dia 5 de agosto de 1220.

Abrigado à sombra da Rocha da Meadinha, o atual Santuário de Nossa Senhora da Peneda não é uma construção de grande antiguidade: a igreja foi construída entre o final do século XVIII e o início do século XIX, terminada em 1875.

A sua grande festa anual acontece a 8 de Setembro.

Santuário da Mãe Soberana, Loulé

Santuário da Mãe Soberana, Loulé
Santuário da Mãe Soberana, Loulé

Aquele que é hoje um importante santuário mariano, no qual se realiza “a maior manifestação religiosa a sul de Fátima”, o Santuário da Mãe Soberana, está localizado em Loulé, a cerca de 2 quilómetros da vila. A primitiva ermida de Nossa Senhora da Piedade foi edificada em 1553, no alto de um cerro.

A meio do século XX foi construído junto da ermida antiga e envolvendo-a numa ampla e arrojada estrutura arquitetónica, um novo templo com capacidade para acolher as multidões que acorrem ao santuário do Domingo de Páscoa e duas semanas depois da Páscoa.

Santuário do Senhor dos Milagres, Leiria

Santuário do Senhor dos Milagres, Leiria
Santuário do Senhor dos Milagres, Leiria

O Santuário do Senhor dos Milagres tem exposta num painel, integrado no revestimento de azulejo da capela-mor e datado de 1795, a história do local sacro e as muitas circunstâncias que lhe deram origem.

Por aí são dados a conhecer as circunstâncias que envolvem o surgimento do santuário: o ano em que foi iniciado, 1732; a sua razão de ser aconteceu em 1728/1729: o milagre da cura de um homem. Manuel Francisco Mayo, hemiplégico inferior, e as circunstâncias que rodearam o milagre, com menção do milagroso Senhor Jesus de Aveiro, entre outras informações.

A grande festa ou peregrinação anual ao Senhor dos Milagres realiza-se no dia 14 de setembro, se este caí à segunda-feira ou na primeira imediata àquele dia, caso este não caia à segunda-feira.

1
2
3
COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Santuário do Senhor Jesus dos Milagres
    Em Milagres, Leiria.

    A Festa/Peregrinação/Romaria ao Senhor Jesus dos Milagres realiza-se no dia 14 de setembro, se este caí à segunda-feira ou na primeira imediata àquele dia, caso este não caia à segunda-feira. Não é correto dizer que festa é no segundo fim de semana pois raramente o é. Obrigado.

    Outro erro do texto:
    O inicio das obras foi no ano de 1732. Em 1728/1729 ocorreu o milagre a Manuel Francisco Maio.

    Podem consultar toda a informação de onde retiraram a foto. Site oficial.

    Obrigado por o terem aqui mencionado. É sem dúvida um belo Santuário.
    Vale a pena a visita …

    • Muito gratos pela informação prestada, entretanto já corrigida. Resta acrescentar que este artigo é apenas uma resenha do livro “Lugares Santos em Portugal”, da autoria de Alberto Júlio Silva, conforme também se refere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here