Rio Frio: há outro rio no Porto mas poucos sabem por onde ele anda

Conhece o Rio Frio? Nasce no Porto e desagua no Douro mas... poucos sabem por onde ele anda. Descubra a história do rio mais desconhecido do Porto.

1
15497
Fonte das Virtudes cuja água tem origem no Rio Frio

O Rio Frio ou Rio do Carregal nasce nas proximidades da actual Rua da Torrinha, passa pelo Carregal, por baixo do Hospital de Santo António, abastece o Chafariz das Virtudes, a Fonte da Colher, corria ao longo do areal da praia de Miragaia e desagua no Rio Douro por baixo da Alfândega Nova. Hoje está totalmente encanado. O topónimo Carregal deriva da existência de Carregas, plantas próprias de terrenos pantanosos.

Rua da Torrinha: local onde nasce o Rio Frio
Rua da Torrinha: local onde nasce o Rio Frio

Toda esta encosta, por onde corre o Ribeiro Frio, era nos fins do séc. XIV ainda um terreno ermo e baldio, onde os judeus enterravam os seus mortos. A Alameda das Virtudes foi plantada por ordem do grande corregedor Francisco de Almada e Mendonça, entre as ruas dos Fogueteiros, do Calvário de Belomonte e Cordoaria Velha, no lugar onde antes existiu o Postigo e Torre das Virtudes, na Muralha Fernandina. Fica-lhe junta a Fonte de nossa Senhora das Virtudes, mencionada em documento de 1580, e que se chamou também Fonte do Rio Frio.

Calçada das Virtudes. por onde passa o Rio Frio
Calçada das Virtudes. por onde passa o Rio Frio

No ano de 1619 mandou a Câmara Municipal erguer uma fonte – a fonte do Rio Frio, que mais tarde veio a chama-se Fonte das Virtudes – para o ádito da qual, mandou igualmente abrir uma rua que, por se apresentar sobremaneira declivosa, ficou a denominar-se Calçada… das Virtudes.

Alfândega do Porto, local onde desagua o Rio Frio
Alfândega do Porto, local onde desagua o Rio Frio

Foi a fonte mais aparatosa e mais imponente que teve o Porto. O seu frontispício elegantíssimo e de linda arquitectura, termina num meio círculo interrompido pelas armas reais, e entre esta pedra armorial e uma inscrição, tem dois castelos em alto-relevo, divididos por uma edícula, onde esteve a imagem da Virgem – pelo povo conhecida por Senhora das Virtudes – que representava, com os ditos castelos, as armas da cidade.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here