Início Cultura Qual é a origem da língua portuguesa?

Qual é a origem da língua portuguesa?

Sim, sempre fomos uma língua que sofreu influências fortes de outras culturas. As línguas mais puras são as mais isoladas, as menos importantes.

2897
Qual é a origem da língua portuguesa?
Qual é a origem da língua portuguesa?

Qual é a origem da língua portuguesa?

Marco Neves
Marco Neves

O leitor Paulo Vieira enviou-me esta mensagem:

Ouvi-o na Prova Oral afirmar que a nossa língua vem do galego e estava agora a ler uma notícia do Público sobre os Lusíadas, a que fez referência no artigo da língua bastarda, e nessa notícia é dito que a obra tem uma forte influência do castelhano, língua que aparentemente era muito usada na corte.

Fiquei interessado e gostava de esclarecer quais as origens da nossa língua. Recomenda algum livro sobre o tema?

No final deste artigo, deixo algumas sugestões de leitura.

Qual é a origem da língua portuguesa?

Mas antes, porque esta compulsão para escrever parece não ter cura, vou tentar explicar aquilo que sei (ou penso saber). Mas tenho de avisar: não sou linguista histórico. Sou um tradutor e professor que estuda linguística por motivos práticos e junta a isso uma paixão pela disciplina.

Qual é a origem da língua portuguesa?
Qual é a origem da língua portuguesa?

Pois bem: a verdade é que gosto muito da história da língua — e julgo ser este um tema que nos interessa a todos. Com base no que fui aprendendo ao longo dos anos, mas também com base na leitura dos livros e artigos que refiro no final, aqui fica o meu resumo (os erros, claro, serão meus e não dos livros e artigos — ressalve-se!).

O português vem do galego?

Qual é a origem da língua portuguesa?
Qual é a origem da língua portuguesa?

Enfim: todos nós que dizemos falar português e todos os que dizem falar galego falamos qualquer coisa que teve origem nos falares da Galécia, ali no noroeste da Península.

Durante séculos, o latim trazido pelos soldados e colonos romanos e adquirido por toda a população foi sofrendo transformações — não as podemos ver em tempo real, porque ninguém as registava ou escrevia, mas, muitos séculos depois, quando finalmente a língua começou a ser escrita, havia nesse território uma língua já formada, com verbos próprios, com formas próprias, com características que a identificam e a distinguem das outras línguas em redor.

A Galécia romana. A nossa língua terá nascido no triângulo que corresponde, de forma muito pouco rigorosa, à metade noroeste do território a verde.
A Galécia romana. A nossa língua terá nascido no triângulo que corresponde, de forma muito pouco rigorosa, à metade noroeste do território a verde.

O que chamavam as pessoas a essa língua que já era, em muitos aspectos, a nossa? Não lhe chamavam nem galego nem português: chamavam-lhe linguagem, com toda a probabilidade. Era a língua do povo.

Qual é a origem da língua portuguesa?
Qual é a origem da língua portuguesa?

Nós, agora, olhando para trás, podemos chamar-lhe «português», o que não deixa de ser anacrónico, ou «galego», o que não deixa de assustar algumas almas mais sensíveis, ou «galego-português», para agradar a gregos e a troianos (como se esses fossem para aqui chamados). Na escrita, durante todos esses séculos do primeiro milénio, o latim continuou rei e senhor.

Quando Portugal se tornou independente, começámos a usar a língua que existia no território, que era ainda apenas o Norte. Não a escolhemos de imediato, pois nos primeiros tempos o latim ainda foi a língua oficial. Mas, devagar, a língua que era de facto falada começou a infiltrar-se nos textos escritos, às vezes de forma imperceptível, outras vezes de forma mais clara.

Qual é a origem da língua portuguesa?
D. Dinis – Qual é a origem da língua portuguesa?

O país expandiu-se para sul e, com ele, veio a língua, claro. O português nasceu nesse canto noroeste e expandiu-se até ao Algarve (e, mais tarde, até além-mar). Por alturas de D. Dinis era já a língua oficial.

Qual é a origem da língua portuguesa?
Qual é a origem da língua portuguesa?

Depois, no final do século XIV, temos revoluções, a batalha de Aljubarrota… — a nobreza nortenha perde influência, a burguesia lisboeta alça-se à posição de classe dominante (e tudo o mais que faz parte da História).

(cont.)

2 COMENTÁRIOS

  1. Marcos Neves, gostaria de agradecer-lhe pelo excelente artigo que para mim chegou em bom tempo. Estive numa feira de livros aqui em Braga (berço da lingua, como bem dissestes) e não encontrei um único livro sobre a origem da língua, apesar de muitos títulos sobre história da literatura portuguesa. Vou procurar ler a literatura recomendada, mas digo-lhe que sinto-me atendido no anseio em ler algo mais profundo sobre a origem de nossa lingua. Para adicionar uma observação, que não sei se correta, no nordeste do Brasil, de onde vim, chama-se uma pessoa de cabelos loiros de GALEGA, talvez isso agora faça mais sentido pois mais ao sul de Portugal a pele morena foi mais dominante pela mistura com os Mouros a sua época. Muito interessante. Obrigado mais uma vez.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.