Início Notícias Portugal tem o melhor moscatel do mundo

Portugal tem o melhor moscatel do mundo

Moscatel de Setúbal conquistou o título de melhor moscatel do mundo, mas os moscatéis portugueses conquistaram mais lugares no top 10.

346
COMPARTILHE
Portugal tem o melhor moscatel do mundo
Portugal tem o melhor moscatel do mundo

Portugal tem o melhor moscatel do mundo

“O melhor entre os melhores”. Foi com esta designação e uma medalha de ouro que o Moscatel Roxo, da casa Venâncio da Costa Lima, Península de Setúbal, voltou para Portugal no final do concurso internacional de vinhos, “Best Muscats du Monde® 2017”.

O Moscatel Roxo de Setúbal Venâncio da Costa Lima 2013 foi distinguido como o “melhor moscatel” na 17.ª edição do concurso francês Muscats du Monde, tendo obtido a classificação máxima entre os 214 moscatéis de 25 países. No top10 “Best Muscats du Monde® 2017”, Portugal é ainda representado por mais dois Moscatéis Roxos de Setúbal: o Moscatel Roxo 5 anos da Bacalhôa e o Moscatel Roxo Pioneiro 2013, também da Venâncio da Costa Lima, que receberam a medalha de ouro.

Foi ainda distinguido com medalha de ouro o Pioneiro Moscatel Roxo de Setúbal – da Venâncio da Costa Lima e com medalhas de prata o Malo Moscatel Roxo de Setúbal Superior 2009 – Malo Tojo Estates, o Bacalhôa Moscatel de Setúbal Superior 30 anos, o Venâncio da Costa Lima Moscatel de Setúbal 2013, o Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal, o Adega de Pegões Moscatel de Setúbal e o  Sivipa Moscatel Roxo de Setúbal 2011.

Os vinhos com Denominação de Origem (DO) “Setúbal”, tradicionalmente designados como Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo de Setúbal – produzidos a partir destas duas castas – têm uma área geográfica produtiva delimitada, desde 1907, pelos concelhos de Setúbal, Palmela, Montijo e a freguesia do Castelo pertencente ao município de Sesimbra.

MOSCATEL

Características:
A casta Moscatel produz um vinho doce fortificado na região do Douro e também na Península de Setúbal (o mais famoso). A maior parte do vinho Moscatel é vendido jovem e frutado, mas com a idade, o vinho adquire sabores de nozes e figos. O Moscatel de Setúbal só pode ser assim designado se pelo menos 85% do vinho for composto pela casta Moscatel, Moscatel de Setúbal ou Moscatel Roxo (uma casta rara e ligeiramente diferente das outras Moscatel).

Quando e como beber:
Os sabores a laranja, limão, flores e uvas do vinho Moscatel são parceiros perfeitos para sobremesas e pudins – pratos doces aromatizados com citrinos, café, chocolate, avelãs, amêndoas, arroz doce, leite-creme e todos os doces com ovos e açúcar que a doçaria conventual portuguesa oferece. O Moscatel é também uma boa escolha para Pavlova e outras sobremesas com merengues.

O FUNDADOR

Venâncio da Costa Lima nasceu em 1892 , na povoação de Quinta do Anjo, no seio de uma família humilde. Ficando órfão de mãe muito cedo, foi criado por seus tios, numa casa agrícola. Devido à profissão de seu pai (que era talhante), Venâncio teve como primeira profissão comerciante de gado aos talhos da região. Rapidamente diversificou o seu negócio, comercializando essencialmente produtos agrícolas.

Em 1914 funda a Casa Agrícola Venâncio da Costa Lima, na Quinta do Anjo. Dedicada essencialmente ao comércio de vinho, azeite e cereais, esta empresa dedica-se posteriormente e em exclusivo, ao fabrico e comercialização de vinho. Entre os anos 1930-1950, a Venâncio da Costa Lima era a segunda maior produtora de vinho da região.

Durante a sua vida, tornou-se pessoa muito considerada e estimada na região, ocupando as seguintes funções:

– Cabo-chefe da povoação de Quinta do Anjo
– Vereador do Município de Setúbal
– Presidente da Câmara Municipal de Palmela (1937-1946),  desenvolvendo então obra notável no Concelho.
– Proprietário Agrícola e na Área da Restauração

Faleceu a 1 de Novembro de 1956, com 64 anos. Sendo esta a data das festividades da aldeia de onde é natural, nesse ano foram totalmente canceladas, devido à grande consternação que tal acontecimento provocou na região.

Como não teve filhos, deixa a adega aos seis sobrinhos, que desde essa altura, especializam-se no Vinho e Moscatel de Setúbal desta região vitivinícola. Com a passagem de quatro gerações, esta adega continua a ser uma empresa familiar, que movimenta anualmente 3 milhões de litros. Encontra-se atualmente em fase de investimento, com reconstrução de toda a área produtiva.

Desde 1914 que a família Venâncio da Costa Lima aperfeiçoa a arte de criar o Moscatel perfeito.
_

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here