Início Histórias Portugal: os turistas mais difíceis de contentar

Portugal: os turistas mais difíceis de contentar

O Museu dos Coches só tem coches e o Oceanário só tem peixes. O vulcão das Sete Cidades não está em erupção. Conheça os turistas mais difíceis de contentar.

4399
COMPARTILHE
Portugal: os turistas mais difíceis de contentar
Portugal: os turistas mais difíceis de contentar

Portugal: os turistas mais difíceis de contentar

Tripadvisor e Yelp. São dois sites muito conhecidos por quem gosta de viajar e quer obter informação sobre destinos, monumentos, hotéis, restaurantes. Há de tudo aqui e são os utilizadores que avaliam os mais variados locais por onde passam.

Os dois sites permitem que cada pessoa que visita um monumento, uma cidade, o que for, dê uma nota (entre um a cinco – Péssimo a Excelente) e escreva umas linhas a explicar o seu contentamento ou a sua desilusão. E se acha que toda a gente fica deslumbrada com a Lagoa das Sete Cidades, com o Palácio da Pena ou com o tanque central do Oceanário de Lisboa, engana-se.

Há turistas que não cedem assim tão facilmente à beleza natural, aos monumentos ou aos museus que visitam. Na verdade, quase tudo os aborrece.

Aqui estão alguns exemplos:

Quando os locais são apenas aquilo que dizem ser, isso é… chato, muito chato.

Museu dos Coches

© Hugo Amaral/Observador
© Hugo Amaral/Observador

“O Museu dos Coches é um museu de coches, e tudo o que havia quando o visitei eram salas, umas maiores outras mais pequenas, que estão cheias de coches” – turista de Cardiff.

© Hugo Amaral/Observador

Na altura em que escreveu a crítica e deu nota mínima ao Museu dos Coches, no Yelp, ainda estava a falar do edifício antigo. Mas ao que parece o novo também está cheio de coches…

Oceanário

© Pedro A. Pina / Oceanário de Lisboa

“Não gostámos nada. Só vimos peixes e mais peixes, esperávamos algo mais espetacular e não vimos grande coisa”, escreve Juan, um espanhol de Almendralejo.

Oceanário

© LUSA

“É pequeno, praticamente tudo gira em torno do tanque central, que é enorme. Há poucos peixes. Não percebo”, escreve um turista anónimo, de Itália.

Capela dos Ossos, em Évora

© Paul Koudonaris

Capela dos Ossos, em Évora: “É uma capela totalmente decorada com ossos e crânios humanos. A entrada é cobrada”, diz Lúcia P., do Rio de Janeiro, que dá ao monumento a pior nota possível.

(cont.)

3 COMENTÁRIOS

  1. Acabei por achar cómico. E trágico, claro! A ignorância – por si só – já é suficientemente perigosa, mas quando aliada a outras ‘qualidades’ da mesma categoria, é absolutamente fracturante!

  2. Tanta ignorância! Assim fica difícil até comentar… Conheço todos esses lugares e achei-os todos maravilhosos! Inacreditável! Mas atribuo todas as críticas idiotas ao mal humor dessas pessoas. Turistas mal humorados não deviam sair de casa!

  3. Pergunto, qual a razão que leva essa gente a visitar museus? Lógico que um museu de coches tem coches, um aquário tem peixes…Santa ignorância.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here