Início Cultura Língua Portuguesa Por que existem diferenças entre o português brasileiro e o europeu?

Por que existem diferenças entre o português brasileiro e o europeu?

Por que existem diferenças entre o português brasileiro e o europeu? A resposta é simples e tem contornos históricos mas a língua é belíssima nos 2 lados.

1855
Portugal e Brasil

O português foi estabelecido como língua oficial do Brasil em 1758, mas nessa época o contacto com povos indígenas e escravos africanos já havia alterado a língua falada por aqui. “Os africanos que chegaram como escravos não frequentavam escolas e, portanto, aprendiam português na oralidade, criando diferenças em relação à língua original”, diz a linguista Rosa Virgínia Matos e Silva, da Universidade Federal da Bahia.

Mais tarde, no final do século 19, chegaram ao Brasil imigrantes europeus e asiáticos, que promoveram novas mudanças na forma de falar do brasileiro. Noutras colónias portuguesas, como Angola e Moçambique, a mistura de povos foi menos intensa e a independência ocorreu há muito menos tempo. Por isso, fala-se um português mais parecido com o europeu, embora também existam sotaques regionais.

A população brasileira, quando comparada com a população dos demais países lusófonos, é bem maior, o que significa que o português do Brasil seja a variante do idioma mais falada, lida e escrita. Em países como Estados Unidos, Japão e, sobretudo, na América Latina, é ensinada a variante brasileira para estudantes estrangeiros da língua portuguesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.