Início Notícias Políticos portugueses, quanto ganham?

Políticos portugueses, quanto ganham?

Os salários dos políticos portugueses é um daqueles temas sensíveis e que suscitam sempre curiosidade. Fique a saber os salários dos políticos em Portugal.

4509
COMPARTILHE
políticos portugueses
Políticos portugueses, quanto ganham?

Políticos portugueses, quanto ganham?

Os salários dos políticos em Portugal estão na dependência do ordenado do Presidente da República.

Os salários dos políticos portugueses é um daqueles temas sensíveis e que suscitam sempre curiosidade. Aliás, é uma discussão envolta em alguma polémica, já que uns consideram que os políticos ganham demasiado, enquanto outros acham que a remuneração que recebem é justa – dadas as responsabilidades associadas aos cargos que ocupam.

O e-konomista decidiu fazer uma pesquisa para tentar perceber os valores em causa. De acordo com a Lei n.º 52-A/2005, de 10 de Outubro, os vencimentos dos nossos políticos são os seguintes.

OS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS EM PORTUGAL

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Marcelo Rebelo de SousaO Presidente da República é o órgão máximo de soberania do Estado Português e, por esta razão, o que aufere o salário mais elevado.

O atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebe mensalmente 6.523€, o que totaliza 78.276€ ao final do ano. E é a partir deste valor que são calculados os restantes salários dos políticos em Portugal.

PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Ferro RodriguesDe acordo com o decreto Lei nº 52A/2005, a remuneração mensal do Presidente da Assembleia da República deve corresponder a 80% do vencimento do Presidente da República. Efetuando o cálculo, o valor é de  5.218,4€.

Além da remuneração, tem ainda direito a um abono mensal para despesas de representação no valor de 40% do seu vencimento, ou seja, 2.087,36€.

PRIMEIRO MINISTRO

António CostaRelativamente ao salário do Primeiro Ministro, a lei fixa um vencimento de 75% do valor do ordenado do Presidente da República, ou seja, 4.892,25€. À semelhança do Presidente da Assembleia da República, também o Primeiro Ministro tem direito a despesas de representação, correspondentes a 40% do seu vencimento, ou seja, um valor de 1.956,9€ mensais.

VICE PRIMEIROS MINISTROS

Os salários dos políticos em Portugal não ficam por aqui. No caso dos Vice Primeiros Ministros, o ordenado mensal é fixado de acordo com 70% do valor do vencimento do Presidente da República, ou seja, 4.566,1€.

Também eles têm direito a um subsídio para despesas de representação, equivalente a 40% do seu ordenado, ou seja, 1.826,44€.

Mas o primeiro ministro António Costa decidiu que não houvesse nenhum ministro com essa designação no XXI Governo Constitucional. E em caso de ausência ou impedimento do primeiro-ministro será então o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, a assinar os despachos e a presidir ao Conselho de Ministros na ausência de Costa.

MINISTROS

No caso dos ministros, o salário é calculado sobre 65% do ordenado do Presidente da República, o que significa que auferem mensalmente 4.239,95€. A juntar a este valor estão as despesas de representação, também de 40% sobre o seu ordenado: 1.695,98€.

SECRETÁRIOS DE ESTADO

No caso dos Secretários de Estado, o valor fixado é de 60% do vencimento do Presidente da República, ou seja, 3.913,8€. As despesas de representação correspondem a 35% do seu próprio ordenado, totalizando 1.369,83€.

DEPUTADOS

Os deputados recebem mensalmente 50% do ordenado do Presidente da República, o que equivale a 3.261,5€, ao qual acresce 25% deste valor para despesas de representação – 815,38€.

Fonte: e-konomista
_

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here