Início Tradições Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses

Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses

Um dos segredos mais bem guardados da Beira Alta são os pastéis de Vouzela. A história e receita destes pastéis de massa tão fina como cabelos de anjos.

2823
COMPARTILHE

_

Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Massa dos pastéis – ©Diogo Agante – Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Recheio – doce de ovos – ©Diogo Agante – Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses

O recheio é feito com gemas e calda de açúcar. Marotos, não me disseram quantas gemas tem por exemplo a taça na fotografia, mas revelaram que cada pastel leva o equivalente a uma gema de ovo. Este doce de ovos é muito fino, o sabor é idêntico ao dos ovos moles, as diferenças é que os reconhecidos doces de Aveiro têm um ponto de açúcar diferente, o creme é mais consistente e deve ter uma maior concentração de gemas.

Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Ermelinda Costa e Cristina Castanheira – ©Diogo Agante – Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses

Ermelinda Costa aprendeu a confecionar os pastéis tinha apenas 9 anos de idade, uma arte ensinada pela mãe. A manteiga que se vê em banho-maria é utilizada para pincelar os pastéis já fechados. Depois vão a alourar ao forno.

Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Doce de ovos – ©Diogo Agante

Como qualquer guloso que se preze, sou fã de doce de ovos, por isso quando repararam que não tirava os olhinhos (brilhantes) das panelas com o creme, foram buscar-me uma taça para poder degustar esta iguaria sem a massa folhada.

Eu trazia comigo a taça enorme de doce de ovos para degustar no dia seguinte, não fiz isso, até porque era aborrecido, depois outros gulosos ficavam a chorar sem os pastéis e eu gosto é de ver sorrisos.

Pastéis de Vouzela, uma iguaria dos deuses
Pastéis de Vouzela – ©Diogo Agante

A família do Joaquim Rodrigues produz 50 dúzias de pastéis por dia, na altura do Verão. Custa 1€. Se comprarem 12 pastéis ficam mais baratos, 10€. Este pastel derrete-se na boca, a massa folhada é de uma leveza que nunca encontrei igual. Trouxe comigo umas caixas, o creme e a massa folhada aguentaram uns dias, estavam perfeitos.

Estes bolos ainda são mais saborosos um dia depois da confeção, o sabor do creme fica mais acentuado.  Não se vão arrepender de visitar Vouzela mesmo que seja apenas para degustar estes delicados pastéis. São soberbos! Cuidado, podem ficar viciados!

Morada e contactos:
Café Central
Praça República, 8
3670-245 Vouzela
Telefone: 232 771 274

Autora: Mafalda Agante
Fotografia: © Diogo Agante

(cont.)

1 COMENTÁRIO

  1. O site revista NCultura nos conduz a caminhos admiráveis. Fã incondicional de VINHOS estou a erguer taça a sugestão de 65 bons vinhos portugueses a provar neste 2018. Desfrutarei do que for possível!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here