Início Cultura Palavras que se escrevem sem acento (mas que muitos escrevem com)

Palavras que se escrevem sem acento (mas que muitos escrevem com)

Palavras que se escrevem sem acento (mas que muitos escrevem com). Qual a forma correta de escrever? Confirme todas as suas dúvidas.

396
COMPARTILHE
Palavras que se escrevem sem acento
Palavras que se escrevem sem acento

Palavras que se escrevem sem acento (mas que muitos escrevem com)

A maioria das pessoas tem dificuldade em entender as regras de acentuação da língua portuguesa. Existem diversos erros de acentuação que são frequentes: palavras escritas sem o acento, palavras escritas com o acento errado, palavras escritas incorretamente com acentos…

Verifique aqui várias palavras que as muitas pessoas teimam em acentuar mesmo quando a sua escrita correta é sem acentuação gráfica.

Item (e não ítem)

  • Leia o quinto item do regulamento.
  • Esta lista tem quantos itens?

Item é uma palavra paroxítona e essas palavras, regra geral, não são acentuadas graficamente. Apenas levam acento as paroxítonas terminadas em: -r, -x, -n, -l, -ps, -om, -ons, -um, -uns, -ã, -ãs, -ão, -ãos e ditongos orais. Item, sendo uma palavra paroxítona terminada em -em, não deverá ser escrita com acento.

Gratuito (e não gratuíto)

  • Estou à procura de um curso gratuito.
  • Instale no seu computador um antivírus gratuito.

A palavra gratuito é formada com o ditongo ui na segunda sílaba. Embora esse encontro vocálico erradamente seja pronunciado como um hiato, as vogais u e i permanecem juntas na mesma sílaba, sendo a vogal u a vogal tónica. Assim, a palavra gratuito é um trissílabo que tem a sílaba tui como sílaba tónica: gra-TUI-to.

Proibido (e não proíbido)

  • É proibido fumar aqui.
  • Diz na placa que é proibido estacionar.

Embora a palavra proibido seja formada por um hiato, a vogal i não marca a sílaba tónica, por isso não deverá ser acentuada. Proibido é uma palavra paroxítona, tendo a sílaba bi como sílaba tónica: pro-i-BI-do. Na maior parte das palavras paroxítonas, a sílaba tónica não é acentuada graficamente.

Rubrica (e não rúbrica)

  • Por favor, faça uma rubrica na parte superior da página.
  • Você já leu a rubrica do diretor sobre a cena?

Apesar de ser maioritariamente pronunciada com tonicidade na sílaba ru, a palavra rubrica tem a sílaba bri como sílaba tónica, sendo uma palavra paroxítona: ru-BRI-ca. As palavras da língua portuguesa são, na sua maioria, naturalmente paroxítonas, não sendo acentuadas graficamente.

Recorde (e não récorde)

  • Muito eu tentei, mas não consegui bater o recorde.
  • Aquele filme foi um recorde de bilheteira.

Recorde é uma palavra paroxítona, com a sílaba cor como sílaba tónica: re-COR-de. É, contudo, frequentemente pronunciada de forma errada pelos falantes, como se fosse uma palavra proparoxítona. Sendo uma palavra paroxítona terminada numa vogal simples, a palavra recorde não possui acentuação gráfica.

Pudico (e não púdico)

  • Ela interrompeu a conversa com um gesto pudico.
  • Não se faça de pudico!

Embora a palavra pudico seja frequentemente pronunciada como proparoxítona, na realidade é uma palavra paroxítona, tendo a sílaba di como sílaba tónica: pu-DI-co. Assim sendo, não é necessária a presença de um acento que marque a sua sílaba tónica.

Menu (e não menú)

  • Esse prato não está no menu.
  • O menu iniciar não está a funcionar.

Segundo as regras de acentuação da língua portuguesa, as palavras terminadas em -u são naturalmente oxítonas, não sendo acentuadas graficamente.

Ali (e não alí)

  • Será que ele foi por ali?
  • Procure ali que eu procuro aqui.

As palavras terminadas em -i também são, segundo as regras de acentuação da língua portuguesa, naturalmente oxítonas, não tendo a sua sílaba tónica marcada com acento gráfico.

Raiz (e não raíz)

  • Porque arrancou a planta pela raiz?
  • Ainda não conseguimos encontrar a raiz do problema.

Conforme as regras de acentuação da língua portuguesa, as palavras terminadas em -z são naturalmente oxítonas, não necessitando de acentuação gráfica que marque a sua sílaba tónica. Esta palavra deverá ser acentuada apenas na sua forma plural: raízes.

Higiene (e não higiéne)

  • Que falta de higiene!
  • Para ser saudável, é essencial ter uma boa higiene.

O erro na acentuação da palavra higiene ocorre porque erradamente é estabelecido um paralelismo com a palavra higiénico. A palavra higiene, contudo, contrariamente à palavra higiénico, é uma palavra paroxítona. Sendo formada por um hiato, tem a vogal e como sílaba tónica: hi-gi-E-ne. As palavras paroxítonas, na sua maioria, não são acentuadas graficamente.

Somente (e não sómente)

  • Eu estou somente à tua espera.
  • Há somente dois lugares disponíveis.

A palavra somente é formada por derivação sufixal da palavra só com o sufixo -mente. Apesar da palavra só ser acentuada, a palavra somente não é acentuada porque deixa de ser a sílaba tónica. A vogal o passa a ser apenas uma vogal subtónica e, segundo as regras de acentuação do português, não são acentuadas as vogais subtónicas das palavras formadas por derivação sufixal.

Sozinho (e não sózinho)

  • Aquele aluno está sempre sozinho durante o recreio.
  • Por favor, não me deixe aqui sozinho.

A palavra sozinho não deve ser acentuada na vogal o, uma vez que essa vogal é apenas uma vogal subtónica, sendo zi a sílaba tónica. Como já foi visto, nas palavras formadas por derivação sufixal, as vogais subtónicas não deverão ser acentuadas, mesmo que a palavra original seja acentuada, como é o caso da palavra só (só + -zinho = sozinho).

Coco (e não côco)

  • Vamos beber uma água de coco?
  • Vou ao mercado comprar coco ralado.

Coco é mais um exemplo de palavra paroxítona que não necessita de acentuação gráfica que marque a sua sílaba tónica. Apenas as paroxítonas terminadas em -r, -x, -n, -l, -ps, -om, -ons, -um, -uns, -ã, -ãs, -ão, -ãos e ditongos orais levam acento. Coco não apresenta nenhuma dessas terminações. Apesar disso, os falantes insistem em acentuar a palavra coco, numa tentativa errada de a distinguir da palavra cocó.

Flor (e não flôr)

  • Trouxe-lhe uma flor.
  • A rosa é a minha flor preferida.

A palavra flor já foi acentuada com acento circunflexo em tempos remotos. Esse acento, contudo, já foi retirado da palavra em acordos ortográficos anteriores ao Formulário Ortográfico de 1943. Embora seja uma alteração bastante antiga, alguns falantes ainda grafam erradamente a palavra flor com acento circunflexo.

Cor (e não côr)

  • Qual a cor do seu vestido?
  • Nunca reparei na cor dos seus olhos.

Há alguns anos, a palavra cor era acentuada para distinguir as duas pronúncias e sentidos da palavra: cor de pigmentação (côr) e cor de memorização (cór). A eliminação do desse acento diferencial não é recente, tendo ocorrido no acordo ortográfico de 1943. Apesar disso, alguns falantes ainda acentuam essa palavra, cometendo assim um erro de acentuação.

Outros erros de acentuação

Além das palavras acima referidas, existem diversas palavras que estão a ser acentuadas de forma errada. Isso acontece devido às alterações na acentuação das palavras trazidas pelo novo acordo ortográfico. Alguns pessoas ainda não se habituaram à ausência do acento em algumas palavras.

Antes do acordo Depois do acordo
idéia ideia
platéia plateia
européia europeia
alcatéia alcateia
geléia geleia
apóia apoia
bóia boia
jibóia jiboia
paranóia paranoia
heróico heroico
jóia joia
dêem deem
lêem leem
vêem veem
crêem creem
vôo voo
enjôo enjoo
abençôo abençoo
perdôo perdoo
baiúca baiuca
feiúra feiura
pára para
pêra pera
pêlo pelo
pólo polo

_
As principais alterações na acentuação das palavras preconizadas pelo atual acordo são:

  • Remoção do acento agudo nos ditongos abertos oi e ei.
  • Remoção do acento circunflexo nos ditongos oo e ee.
  • Remoção do acento agudo na vogal i e na vogal u quando aparecem após ditongos.
  • Remoção do acento diferencial em vários pares de palavras.

Fonte: Dúvidas de Português

_

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here