Início Lugares Monumentos Palácio da Brejoeira (Monção)

Palácio da Brejoeira (Monção)

Conhecido pelo vinho Alvarinho, o Palácio da Brejoeira é o símbolo máximo das casas fidalgas do Minho e tem as portas abertas para quem o quiser visitar.

2324
COMPARTILHE
Palácio da Brejoeira
Palácio da Brejoeira

O Palácio da Brejoeira localiza-se na freguesia de Pinheiros, na vila e concelho de Monção, distrito de Viana do Castelo, em Portugal. A seis quilómetros a sul de Monção, inscreve-se em uma vasta propriedade rural, dividida entre 18 hectares de vinha, oito de bosque e três de jardim. Este sumptuoso palácio constitui-se num expoente das moradias fidalgas no país.

Palácio da Brejoeira
Palácio da Brejoeira

Foi erguido nos primeiros anos do século XIX, tendo as obras se prolongado até 1834. Embora não haja provas evidentes sobre quem foi o autor de seu projecto, este tem sido atribuído a Carlos Amarante, à época, um dos mais importantes arquitectos em actividade no norte do país.

Palácio da Brejoeira
Palácio da Brejoeira

Pertenceu inicialmente a Luís Pereira Velho de Moscoso, nascido em 1767. Não pertencendo à nobreza, Luís de Moscoso não podia construir um palácio com quatro torres e, para esse fim, pediu autorização ao rei para construir a terceira torre. As obras prosseguiram sob a direcção do seu segundo filho, Simão (1805-1881).

Palácio da Brejoeira
Palácio da Brejoeira

Por volta de 1901, o palácio foi vendido a Pedro Maria da Fonseca Araújo, presidente da Associação Comercial do Porto, que lhe realizou amplas obras de restauro, quando enriqueceu o imóvel com uma capela palatina e um teatro, e empreendeu o revestimento das paredes do átrio e da escadaria com azulejos, a reforma dos jardins e do bosque, além da construção de um lago.

Palácio da Brejoeira
Palácio da Brejoeira

Em 1937, o imóvel foi vendido a Francisco de Oliveira Pais, de Lisboa. Na década de 1960, por falência deste, o palácio foi adquirido pelo companheiro de sua filha, Feliciano dos Anjos Pereira, que fez construir uma moderna adega e, em 1977, lançou no mercado, com grande sucesso, uma marca própria, o vinho Alvarinho “Palácio da Brejoeira”.

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here