Os 10 locais mais frios do planeta

É fã de noites à lareira com a neve a cair lá fora? Ou arrepia-se só de olhar para as imagens? Conheça os 1 locais mais frios do planeta.

1
7255
Yakutsk, Russia

Hell – Noruega

Hell – Noruega
Hell – Noruega

Hell (trad.- Inferno), sim, é mesmo este o nome desta terra na Noruega! É um lugar bem famoso pelo contraste do nome com as temperaturas gélidas. Aqui o frio instala-se em Dezembro e as temperaturas só voltam a subir acima de 0ºC em Março. A temperatura média em Fevereiro de 2010 foi de -7ºC.

Snag, Yukon – Canadá

Snag, Yukon – Canadá
Snag, Yukon – Canadá

Snag é uma aldeia situada na berma da auto-estrada do Alasca, no Canadá. As temperaturas aqui são sempre extremamente baixas, com o mês de Janeiro a registar valores negativos extremos. A temperatura mais baixa registada foi de -64ºC.

Fraser, Colorado – EUA

Fraser, Colorado - EUA
Fraser, Colorado – EUA

Enquanto que International Falls tem um inverno mais frio, Fraser, no Estado do Colorado, tem uma temperatura média anual mais baixa. Na realidade há uma disputa ancestral entre as duas cidades pelo título de “Icebox of the Nation” que esteve resolvida desde 1986 até 2006 com o pagamento de 2000 dólares por parte de International Falls pelo título. Aparte desta guerra, a verdade é que a temperatura média anual em Fraser é de -2ºC.

International Falls, Minnesota – EUA

International Falls, Minnesota – EUA
International Falls, Minnesota – EUA

A temperatura média durante Janeiro em International Falls, no Estado do Minnesota, é de -22ºC, e os meteorologistas Norte-Americanos costumam incluí-la nas suas previsões porque as temperaturas são sempre muito diferentes da dos estados contíguos. A população, composta por 7000 habitantes, gosta do estilo de vida a que o frio obriga e praticam todas as actividades possíveis na neve e gelo.

Harbin – China

Harbin – China
Harbin – China

Esta cidade localizada no Nordeste da China é habitada por mais de 10 milhões de habitantes. Apesar das temperaturas médias negativas é uma cidade bastante animada e é conhecida pelo Festival Internacional de Gelo e Neve de Harbin, um dos maiores do género. As temperaturas médias em Janeiro são de -23ºC.

Barrow, Alaska – EUA

Barrow, Alaska – EUA
Barrow, Alaska – EUA

Barrow é a cidade Norte-Americana situada mais a norte. A apenas 2.000 km a sul do Pólo Norte e 514km dentro do Círculo Polar Ártico, o sol põe-se em Novembro e só volta a subir acima do horizonte no final de Janeiro. As temperaturas só sobem acima de 0ºC em Junho e mesmo no Verão a média é de pouco mais de 4ºC.

Ulaanbaatar – Mongólia

Ulaanbaatar – Mongólia
Ulaanbaatar – Mongólia

Trata-se da capital da Mongólia, onde 1 milhão de pessoas residem permanentemente. Apesar das temperaturas extremas e dos longos Invernos, arqueologistas encontraram vestígios de presença humana aqui de há centenas de milhares de anos. É também onde se encontra a única universidade do país. A temperatura média em Janeiro é de -32ºC.

Yakutsk – Rússia

Yakutsk – Rússia
Yakutsk – Rússia

Esta cidade Russa é conhecida como a cidade mais fria do Mundo. Durante o Inverno as temperaturas descem abaixo de 0 e só voltam a subir em Maio. Em Janeiro a temperatura máxima diária é em média de – 40ºC. Quando os camionistas fazem a distribuição de bens pelas cidades daquela zona, não desligam os motores dos camiões durante as duas semanas que demoram a cumprir a tarefa.

Verkhoyansk – Rússia

Verkhoyansk – Rússia
Verkhoyansk – Rússia

Esta cidade Russa, localizada bem dentro a Sibéria, fica a apenas 2400 quilómetros para sul do Pólo Norte e as temperaturas mantêm-se abaixo de zero desde Outubro até Abril, chegando em Janeiro aos -45ºC. A cidade nasceu em 1638 como uma fortificação que servia de ponto de distribuição de gado e minério. Em 1892 os residentes registaram -67ºC. Os habitantes desta cidade empilham chapéus e casacos de pêlo para se manterem aquecidos e mantêm-se em casa quando as condições são extremas.

Oymyakon – Rússia

Oymyakon – Rússia
Oymyakon – Rússia

Se em Verkhoyansk o frio apertou em 1892, em Oymyakon a temperatura mais baixa foi de −71.2 °C, registada em 1924 pelo cientista Russo Sergey Obrychev. Esta é medida mais baixa registada num local permanentemente habitado. 500 a 800 pessoas habitam aqui e as escolas mantêm-se abertas mesmo com temperaturas de -40º C.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here