Os 10 locais abandonados mais fantásticos do mundo

Vítimas do progresso, do descuido, da falta de interesse ou até de guerras... descubra os 10 locais abandonados mais fantásticos do mundo.

0
5581
Fortes aquáticos do rio Thames

Quem é que não tem a curiosidade de visitar locais abandonados? Locais que antes se encontravam cheios de vida e actividade que agora estão vazios e a desaparecer aos poucos. Seja por acidente, por falta de verbas ou porque os tempos e as vontades mudam, um pouco por todo o planeta encontramos espaços, edifícios e até cidades completamente abandonadas e desertas.

Pegasus, McMurdo Sound, Antártica

Pegasus, McMurdo Sound, Antártica
Pegasus, McMurdo Sound, Antártica

A 8 de Outubro de 1970, um avião C-121 Lockheed Constellation com o nome de “Pegasus” despenhou-se numa remota pista de aterragem na Antártica. O acidente deu-se quando o tentava aterrar com zero de visibilidade. Ninguém a bordo ficou seriamente ferido com o acidente e a pista ficou com o nome do avião em sua honra. O avião encontra-se escondido por um manto de neve e a pista é raramente usada.

Ilha de Holland, USA

Ilha de Holland, USA
Ilha de Holland, USA

A ilha de Holland situa-se em Chesapeake Bay, Maryland, e está a desaparecer lentamente. Era habitada por uma comunidade de pescadores com uma população de cerca de 360 pessoas. Tinha mais de 60 casas, uma igreja e outros edifícios. Devido à erosão os habitantes partiram, e hoje só resta uma casa na ilha.

Casa da Cúpula, Flórida

Casa da Cúpula, Flórida
Casa da Cúpula, Flórida

A casa de cúpula era uma habitação completamente equipada e que servia todas as necessidades de quem a habitasse. Hoje em dia está bastante decrepita mas era composta por cúpulas interligadas, mas hoje algumas já se afastaram do local original e estão espalhadas pelo golfo.

Parque de diversões Wonderland, China

Parque de diversões Wonderland, China
Parque de diversões Wonderland, China

Wonderland era um parque de diversões em Chenzhuang, na China, a cerca de 35 quilómetros de Pequim. Foi desenhado para ser o maior parque de diversões asiático mas a sua construção parou em 1998 devido a problemas financeiros com o poder local. Tentaram retomar a construção em 2008 mas sem sucesso. O parque é composto por várias estruturas abandonadas como um castelo e edifícios da época medieval.

Varosha Famagusta, Chipre

Varosha Famagusta, Chipre
Varosha Famagusta, Chipre

Varosha é uma zona localizada a norte da cidade cipriota de Famagusta. Era um dos mais procurados destinos turísticos do mundo, nomeadamente pelos mais abastados e por estrelas de cinema, antes da invasão turca em 1974. Os cidadãos fugiram e desde então encontra-se abandonada. O abandono deve-se a uma resolução das Nações Unidas que declarava que quaisquer tentativas de voltar a ocupar as casas por pessoas que não fossem os respectivos donos seria inadmissível.

Kolmanskop, Deserto da Namíbia

Kolmanskop, Deserto da Namíbia
Kolmanskop, Deserto da Namíbia

Kolmanskop é o nome de uma cidade isolada no deserto Namib, no sul da Namíbia. Foi em tempos uma pequena mas rica cidade mineira, tendo sido reconhecida como uma área fértil em diamantes e explorada por mineiros alemães. Hoje é uma atracção turística onde se podem ver um hospital, um casino, uma sala de espectáculos, uma escola e muitos outros edifícios quase completamente enterrados na areia do deserto.

Fortes aquáticos do rio Thames

Fortes aquáticos do rio Thames
Fortes aquáticos do rio Thames

Os fortes maunsell foram construídos durante a Segunda Guerra Mundial para proteger a Grã-Bretanha. O nome vem do seu designer, Guy Maunsell e estavam equipados com armas, holofotes e acomodavam os militares ali destacados. Foram desmilitarizados nos anos 50, tendo sido usados para outros fins. São ocasionalmente visitados por barcos e há uma entidade que se dedica a preservá-los.

Casa do Partido Comunista Búlgaro

Casa do Partido Comunista Búlgaro
Casa do Partido Comunista Búlgaro

Situada no topo de uma montanha, a casa parece um disco voador ou o quartel general de um qualquer vilão de banda desenhada. Depois da queda da cortina de ferro em 1989 o partido comunista búlgaro decidiu construir esta casa como um local de encontro simbólico para o regime comunista. A casa deixou de ser mantida pelo governo búlgaro e encontra-se abandonada.

Pollphail, Escócia

Pollphail, Escócia
Pollphail, Escócia

A vila de Pollphail foi criada para dar acolhimento a 500 trabalhadores de plataformas petrolíferas, nos anos 70. No entanto ninguém chegou a ser acomodado ali e esteve abandonada durante 35 anos. É agora ocupada por morcegos, gado e delinquentes. Em 2009 foi anunciado que a cidade fantasma seria demolida para construir uma marina.

Pripyat, Ucrânia

Pripyat, Ucrânia
Pripyat, Ucrânia

Pripyat tornou-se numa cidade fantasma com o famoso acidente nuclear de Chernobyl. Adquiriu o estatuto de cidade em 1979 e chegou a ter uma população de quase 50 mil habitantes, que tiveram que ser evacuados poucos dias depois do acidente na central nuclear a 26 de Abril de 1986. Ao contrário de outras cidades militares a entrada em Pripyat não era proibida. A razão prendia-se com a ideia de que as centrais nucleares russas eram as mais seguras e como tal os visitantes eram bem-vindos. A cidade dispunha de todos os espaços de uma grande cidade, como os maiores centros comerciais da altura, grandes espaços recreativos e públicos e um parque de diversões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here