Início Histórias Menino Jesus da Cartolinha: o Guardião dos Mirandeses

Menino Jesus da Cartolinha: o Guardião dos Mirandeses

Miranda encontrava-se cercada de tropas espanholas, estando estas na eminência de tomarem as muralhas, quando surgiu um jovem incitando à revolta...

293
COMPARTILHE
Menino Jesus da Cartolinha: o Guardião dos Mirandeses
Menino Jesus da Cartolinha: o Guardião dos Mirandeses

_

_

Menino Jesus da Cartolinha: o Guardião dos Mirandeses

Já que o presente texto fala de uma particular representação de Jesus em Miranda do Douro, podemos substituir a denominação portuguesa Jesus da Cartolinha pela sua versão mirandesa: Nino Jasus de la Cartolica.

Este inverosímil objecto encontra-se dentro da muito ‘espanholizada’ Sé de Miranda do Douro e vai buscar o nome à cartola que enverga no tecto da sua cabeça.

A cartola, contudo, é dos elementos mais recentes a adornar este vaidoso Jesus mirandês.

Sabemo-lo porque à data da sua criação – inícios do século XVIII, provavelmente – ainda não havia cartolas. E por isso mais vale começar tudo isto de uma data mais antiga.

A lenda que ajudou à criação do menino pode vir de dois lados: da Guerra da Restauração ou da Guerra da Sucessão. Investigadores chegam-se mais para o segundo caso do que para o primeiro.

Mas seja qual for a versão mais próxima da verdade, ambas coincidem numa coisa: um cerco à povoação de Miranda do Douro por parte do exército castelhano.

O povo mirandês, vendo-se a par com outra guerra motivada pelo cerco – a da fome -, estava prestes a desistir e entregar-se ao inimigo.

Apareceu então, não se sabe de onde, um pequeno rapaz, vestido de cavaleiro aristocrata, que mobilizou a população e a liderou numa investida contra o invasor, que acabou por expulsar.

Contava-se que o menino, em combate, ora aparecia, ora desaparecia, e no fim, depois de ganha a batalha, desapareceu de vez.

Pouco foi preciso para que as gentes de Miranda explicassem a presença do rapaz como uma ajuda Divina, criando-se assim a ideia de um Jesus-soldado ou Jesus-cavaleiro na consciência popular.

(cont.)

1
2
COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here