Início Ruas com História Lisboa: a rua onde o Rei exigiu que nada nascesse nunca mais

Lisboa: a rua onde o Rei exigiu que nada nascesse nunca mais

Por decisão do Rei, nada poderia ali nascer nunca mais e por isso a terra foi salgada. O motivo? Uma das maiores injustiças da história de Portugal.

10706
COMPARTILHE
Beco do Chão Salgado

Em Setembro de 1758, D. José I foi vítima de um atentado, quando regressava secretamente à real barraca da Ajuda, vindo de uma real escapadela nocturna. Era o tempo do Marquês de Pombal que aproveitou a oportunidade para reforçar o seu poder e o do rei. Dois homens foram presos e acusados do acto.

Execução dos Távoras
Execução dos Távoras

Sob tortura terão indicado a família Távora como responsável de conspirar para pôr o Duque de Aveiro, D. José de Mascarenhas, no trono de Portugal. Presos os supostos conspiradores, alguns deles seriam executados, em Belém, no dia 13 de Janeiro de 1759, de uma forma extremamente violenta e brutal. Entre os executados encontrava-se o Duque de Aveiro. Os títulos de Marquês de Távora e de Duque de Aveiro foram extintos e o palácio deste demolido.

Palácio dos Duques de Aveiro
Palácio dos Duques de Aveiro

O terreno onde se erguia a construção foi salgado para que ali nada nascesse ou crescesse. No local foi construída uma coluna cilíndrica, com cinco anéis que representam os cinco membros da família dos Duques de Aveiro implicados na conspiração. Na sua base encontra-se a seguinte inscrição:

AQUI FORAM ARRASADAS E SALGADAS AS CASAS DE JOSÉ MASCARENHAS, EXAUTORADO DAS HONRAS DE DUQUE DE AVEIRO E OUTRAS CONDEMNADO POR SENTENÇA PROFERIDA NA SUPREMA JUNCTA DE INCONFIDÊNCIA EM 12 DE JANEIRO DE 1759 . JUSTIÇADO COMO UM DOS CHEFES DO BÁRBARO E EXECRANDO DESACATO QUE NA NOITE DE 3 DE SETEMBRO DE 1758 SE HAVIA COMETIDO CONTRA A REAL E SAGRADA PESSOA DE D. JOSÉ I. NESTE TERRENO INFÂME SE NÃO PODERÁ EDIFICAR EM TEMPO ALGUM.

Padrão do Beco do Chão Salgado
Padrão do Beco do Chão Salgado

As cinzas dos executados foram deitadas ao Tejo, no local onde começa o Mar Salgado, mas a proibição de construir que se encontrava expressa na base da coluna caiu no esquecimento… Hoje, o “monumento” encontra-se rodeado de casas e escondido num beco de Belém: O Beco do Chão Salgado!

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Porque não consigo ter mais acesso aos comentários. Recebo notificações que pessoas responderam ao meu comentário, mas não consigo acessá-lo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here