Início Lugares Destinos Ilha dos Amores, um tesouro perdido no Douro

Ilha dos Amores, um tesouro perdido no Douro

Sabia que existe uma Ilha deserta no Rio Douro? A Ilha dos Amores é um dos principais pontos turísticos de Castelo de Paiva. Conheça a sua história. (Vídeo)

6089
COMPARTILHE
Ilha dos Amores, um tesouro perdido no Douro
Ilha dos Amores, um tesouro perdido no Douro

_

_

Ilha dos Amores, um tesouro perdido no Douro

Há uma Ilha dos Amores que não vem nos Lusíadas. Ao contrário desse oásis de terra no Oceano, com que Camões entendeu eternizar os feitos portugueses nos Descobrimentos, esta está bem ao nosso alcance. E para quem morar perto do Porto, nem uma hora de distância o separa daqui.

A Ilha dos Amores do Rio Douro

Quem vê a intersecção do Rio Paiva com o Rio Douro notará de imediato uma pequena mancha no meio do azul da água.

Parece uma insólita bossa de terra, que se levanta por poucos metros de altitude – não mais de 30 -, e decorada com o arvoredo que lá conseguiu sobreviver a tamanha solidão. Curiosamente, neste mesmo ponto, separam-se três distritos – o do Porto, a norte, o de Viseu, a sudeste, e o de Aveiro, a sudoeste. Por uma nesga, a Ilha dos Amores fará parte do segundo.

Note-se que nem sempre se tratou de uma ilha no sentido mais restrito. Foi o desnivelamento das águas na construção da Barragem de Crestuma-Lever que a transformaram irremediavelmente em terra cercada por água. Porque antes, nos meses secos, conseguíamos seguir até ela por uma pequena língua de terra.

Mesmo quando essa nesga terrena não existia, esperava-se até ao areal vir quase à tona e somavam-se umas tábuas de madeira, traçando-se um tapete lenhoso para certos casais irem para lá namorar – daí uma explicação para o nome Ilha dos Amores, poiso onde hoje muitos casamentos locais seguem para tirar as fotos da praxe.

Atualmente, para lá se ir, só com canoa ou com a ajuda de algum barqueiro que ali ande, com acesso feito pela Praia do Castelo, na margem esquerda do Rio Douro. Acaba por lhe dar um outro toque – é a sedução de todos os sítios que não são facilmente alcançáveis.

(cont.)

1
2
3
COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here