Início Histórias Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses que fizeram a primeira travessia aérea do Atlântico Sul, unindo Lisboa ao Rio de Janeiro.

622
COMPARTILHE
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral foram dois heróis portugueses que fizeram a primeira travessia aérea do Atlântico Sul.

Fairey IIID Mk. II Seaplane Lusitânia

A primeira etapa desta heróica viagem que se iniciou em Lisboa às 16:30 horas do dia 30 de Março de 1922, num hidroavião monomotor Fairey FIII-D MkII, com um motor Rolls-Royce e batizado de “Lusitânia”, terminou tranquilamente em Las Palmas, nas Ilhas Canárias, onde os tripulantes permaneceram até 5 de Abril.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral

A partir daí ocorreram os maiores perigos e incidentes, como os que sucederam logo na etapa seguinte, que os aviadores cumpriram a muito custo, com escala na ilha de S. Vicente, no arquipélago de Cabo Verde, com graves danos nos flutuadores devido à humidade que neles se formou.

Amaragem mal sucedida do “Lusitânia”

Após as necessárias reparações, levantaram voo no dia 17, do porto da Praia, na  ilha de Santiago, rumo ao arquipélago de S. Pedro e S. Paulo, já em águas brasileiras.

Amararam aí no dia seguinte, com danos irreversíveis no aparelho que perdeu um dos flutuadores, obrigando a que a dupla de aviadores fosse transportada por um Cruzador da Marinha portuguesa até à ilha de Fernando de Noronha, onde aguardaram pelo envio de um novo hidroavião Fairey, que batizaram de “Pátria”.

Fairey IIID Seaplane Santa Cruz

A decolagem da ilha foi efetuada no dia 11 de Maio mas logo surgiu novo infortúnio – uma falha mecânica no motor obrigou-os a fazerem uma amaragem de emergência voltando de novo à ilha de Fernando de Noronha.

No dia 5 de Junho, finalmente, recebem um novo Fayrei F III-D, batizado pela esposa do então Presidente do Brasil de “Santa Cruz”.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, recebidos como heróis em São Paulo, Brasil

Este aparelho foi transportado para o arquipélago de S. Pedro e S. Paulo, de onde os aviadores portugueses partiram rumo ao Recife e daí para o Rio de Janeiro, fazendo escalas em Salvador, Porto Seguro e Vitória.

(cont.)

1 COMENTÁRIO

  1. Ás vezes acredito que Portugal foi o dono do mundo e em outras tantas tenho a certeza que o mundo de hoje não seria esse mundo se não houvesse portugueses.
    DOMINARAM OS MARES
    VOARAM TAL QUAL OS PASSÁROS
    E FINALMENTE INVENTARAM O BRASIL
    DO GONÇALVES DIAS
    E LÁ NA SUA SANTA TERRINHA
    DESCOBRIRAM CAMÕES , FERNANDO PESSOA E MANUEL MARIA du BOCAGE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here