Início Cultura Expressões curiosas da língua portuguesa e a sua origem

Expressões curiosas da língua portuguesa e a sua origem

Tirar o cavalinho da chuva. Guardar a sete chaves. Pensar na morte da bezerra. Conheça a origem de algumas expressões curiosas da língua portuguesa.

1775
COMPARTILHE

PARA INGLÊS VER
A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que o Brasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto, todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, ou seja, essas leis eram criadas apenas “para inglês ver”. Daí surgiu o termo.

O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER
Em 1647, na universidade local de Nimes, em França, o Dr. Vicent de Paul D’Argent fez o primeiro transplante da córnea num aldeão de nome Angel. Foi um sucesso para a medicina da época menos para Angel, que assim que passou a ver, ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imaginava era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse os seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou para a história como o cego que não quis ver.

QUEM NÃO TEM CÃO CAÇA COM GATO
Na verdade, a expressão com o passar dos anos, adulterou-se. Inicialmente dizia-se “quem não tem cão caça como gato” ou seja, esgueirando-se, astutamente, traiçoeiramente, como os gatos fazem.

OK
A expressão inglesa “OK” (okay) que é mundialmente conhecida com o sentido de “está bem”, teve sua origem na Guerra da Secessão, nos EUA. Durante a guerra, quando os soldados voltavam para as bases sem nenhuma morte entre as tropas, escreviam numa placa “0 killed” (nenhum morto), expressando assim a sua grande satisfação. Daí surgiu o termo “OK”.

1
2
COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here