Cascata do Pulo do Lobo

É um dos segredos mais bem guardados do Alentejo. No concelho de Mértola, o rio Guadiana entra num pequeno desfiladeiro e forma a Cascata do Pulo do Lobo.

0
5188
Cascata do Pulo do Lobo
Cascata do Pulo do Lobo

A Cascata do Pulo do Lobo é uma bela e surpreendente cascata existente no Rio Guadiana, situada mais ou menos no local em que este rio entra no concelho de Mértola. O rio, que até aí vinha fluindo pachorrento, por entre as suaves ondulações que moldam a paisagem alentejana, entra subitamente numa zona rochosa e desnivelada.

Cascata do Pulo do Lobo
Cascata do Pulo do Lobo

O rio é comprimido pela rocha e começa a saltar, de desnível em desnível, até passar todo ele por um estrangulamento que tem apenas um par de metros de largura, que é o Pulo do Lobo propriamente dito. Passado o estrangulamento, o rio dá mais uns saltos e continua o seu curso, serpenteando através de um profundo canal de formas caprichosas, que a força das suas águas foi cavando ao longo dos tempos. É a chamada Corredoura, que se estende quase até à vila de Mértola.

Cascata do Pulo do Lobo
Cascata do Pulo do Lobo

O que mais atrai na Cascata do Pulo do Lobo não é o desnível total da cascata, que é só de cerca de 15 a 20 metros. É a beleza das formas criadas na rocha pela força das águas. É a própria força das águas, em épocas em que o rio estiver caudaloso, que jorram em jactos fortíssimos e borbulham furiosamente. É a surpresa de, ao chegarmos, encontrarmos de repente um fenómeno cuja existência nada — absolutamente nada — faz prever na paisagem envolvente. É a beleza desta mesma paisagem alentejana, de montes, pastos e trigais.

Cascata do Pulo do Lobo
Cascata do Pulo do Lobo

É o ar perfumado pelas humildes flores do campo. É o céu vibrantemente azul que tudo cobre. É, enfim, o facto de estarmos ali e desejarmos que aquele momento mágico não acabe nunca mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here