Início Lugares Destinos Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Foi terra de judeus e ainda hoje são muitas as evidências da presença forte da comunidade hebraica. Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral.

1274
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Foi terra de judeus e ainda hoje são muitas as evidências da presença forte da comunidade hebraica. Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral.

Foi o berço de Pedro Álvares Cabral. Foi terra de judeus e ainda hoje são muitas as evidências da presença forte da comunidade hebraica em Belmonte. E basta um dia para nos apercebermos de quão rica é esta vila.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

A semelhança daquilo que acontece com as vilas de Mértola ou Óbidos, Belmonte (vila classificada como Aldeia Histórica de Portugal) é um verdadeiro museu a céu aberto.

É a terra de Pedro Álvares Cabral, o descobridor do Brasil e restante família, por isso tem um moderno Museu dos Descobrimentos.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

É a mais impressionante localidade de criptojudaísmo da Península Ibérica – por isso tem um Museu Judaico e uma sinagoga; é terra agrícola e de boa paisagem, por isso tem ecomuseu do rio Zêzere ou o museu do Azeite.

Tem ainda importantes vestígios romanos com a enigmática Torre de Centum Cellas ou a villa romana da Fórnea. Por estas razões e por mais algumas que aqui não aponto, Belmonte em relação ao turismo, é um exemplo para todo o nosso País.

1 dia fantástico começa assim

09.30

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Começamos a visita a partir de um ponto icónico — a estátua de Pedro Álvares Cabral. Filho da terra, rumou ao Brasil, para o descobrir, em 1500.

Em Portugal, existem três esculturas do navegador: uma em Santarém; outra em Lisboa, junto ao Jardim da Estrela; e esta, em Belmonte.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral – ©Aldeias Históricas

Foi inaugurada em 1963 e teve honras de presença do ex-Presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek. Siga pela rua mesmo em frente à estátua. Encontra logo à entrada placas que o direcionam para alguns dos pontos mais relevantes de Belmonte — o Castelo, a Sinagoga, a Igreja de Santigo ou o Museu Judaico. Este último é a nossa primeira paragem.

10.30

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Centro de Interpretação Judaica – Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Chegando à entrada da Praça da República começam-se a notar os primeiros indícios da presença do povo judeu na vila. Logo à direita, encontramos o Centro de Interpretação Judaica, destacando-se um Hannukah — candelabro com nove braços, um objeto típico da celebração da Festa das Luzes — de dimensões generosas. Viramos à direita e ao fundo da rua temos o Museu Judaico.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Museu Judaico – Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

É o único no país e abriu portas em 2005. A visita faz-se num silêncio de respeito, sobretudo quando nos deparamos com um mural onde constam os filhos da terra que morreram às mãos da Inquisição.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

É uma viagem pela cultura judaica que nos explica os rituais, as judiarias existentes em Portugal e a importância que a comunidade teve para o desenvolvimento social, político e económico do país. Destacam-se vários hannukahs de grande valor material e uma tora com 150 anos de existência.

11.30

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Tomamos agora o caminho do Castelo de Belmonte. Até lá serão pouco mais de cinco minutos. A data exata da sua construção continua envolvida em incerteza sendo,  no entanto, apontado o século XII. Confirmado está sim que esta fortificação foi casa de família dos Cabrais, incluindo o famoso descendente navegador.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral

Mostra-se imponente, a mais de 600 metros de altura. No interior, são evidentes as muitas intervenções de recuperação a que foi sujeito, como o anfiteatro usado hoje para eventos culturais e artísticos.

Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral
Belmonte: 1 dia fantástico na terra de Pedro Álvares Cabral – ©Aldeias Históricas

Ainda assim, evidenciam-se dois elementos praticamente intactos — a Torre de Menagem (século XIII) onde está alojado um núcleo expositivo; e a janela manuelina.

A entrada é gratuita mas atenção que o castelo encerra entre as 12.30h e as 14.00h.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.