Aldeia Típica José Franco (Mafra)

Perto de Mafra, um único homem dedicou toda a sua vida a construir uma aldeia portuguesa em miniatura. Falamos da Aldeia Típica José Franco.

0
7437
Aldeia Típica José Franco

É uma das preciosidades de Mafra e foi construída por um único homem. Falamos da Aldeia Típica José Franco. José Franco, o autor da Aldeia Típica José Franco, nasceu em 1920. Os pais eram oleiros de profissão, fabricantes das pequenas cerâmicas que os camponeses da região utilizavam nas suas casas, e que também ele começou a fabricar e a vender à porta da sua pequena olaria e nas festas populares e feiras.

Aldeia Típica José Franco
Aldeia Típica José Franco

Por volta de 1945 José Franco sonhou que poderia, nas horas vagas, construir ao pé da casa em que vive e da sua oficina de oleiro um museu vivo da sua terra, uma espécie de um grande presépio, que reproduzisse os costumes e actividades laborais do tempo da sua infância e alguns aspectos e actividades da vida campesina.

Aldeia Típica José Franco
Aldeia Típica José Franco

A parte mais deliciosa deste maravilhoso conjunto é constituída pelos cenários construídos em jeito de presépio, com figurinhas de barro moldadas por José Franco e que reproduzem uma aldeia com as moradias que são cópias fieis das casas dos arredores de Lisboa dos fins do século passado, as actividades exercidas, como as serrações de madeira, os moinhos do cercal, o trabalho dos campos, com os figurantes habilidosamente movidos a água, as actividades piscatórias com a reprodução, também em escala reduzida, da pequena vila de pescadores da Ericeira, que fica a 5 km de distância.

Aldeia Típica José Franco
Aldeia Típica José Franco

Dentro do castelo que José Franco construiu para delícia das crianças existe uma outra aldeia cheia de figuras nas suas actividades habituais, o casamento, o baptizado, a saída da igreja rural, o trabalho do campo.

Aldeia Típica José Franco
Aldeia Típica José Franco

O centro deste pequeno mundo de maravilha é a pequena oficina de oleiro, onde José Franco foi moldando com o barro da região as dezenas das suas figuras de encanto de cerâmica sacra e popular, representando o pastor, a peixeira, o moleiro, o lavrador, o barbeiro, a matança do porco e todas as figuras típicas da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here