Início Histórias A história do negócio do bacalhau

A história do negócio do bacalhau

Os Vikings descobriram aquele peixe e Portugal, sendo o maior consumidor europeu de bacalhau, contribuiu para dá-lo a conhecer ao mundo.

1967
COMPARTILHE

_
O explorador fez saber ao seu rei que ali existia peixe em quantidades inimagináveis. Portugueses, espanhóis e franceses, ao terem conhecimento desse fato, prepararam o ataque aos mares do norte. No caso de Portugal, a primeira captura terá decorrido em 1550, envolvendo 150 veleiros que saíram de Aveiro. 

Filipe II

Por ordem do rei Filipe II, a exploração do bacalhau foi proibida. Os portugueses só voltaram a esta prática no final do século XIX. Todos os equipamentos, conhecimentos, trabalhadores e os chamados dóris, que eram pequenos barcos usados para a pesca em mares agressivos, chegavam de Inglaterra.

Mas os europeus passaram a expandir os seus horizontes na caça ao bacalhau.

Esta carta data de 1546 e mostra a Terra Nova, que os portugueses consideravam sua. Estabeleceram pequenas povoações em terra, durante os meses quentes.

Destino seguinte: América do Norte. Inicialmente fizeram-se explorações tímidas, mas depois começaram as colónias de pescadores. O que conhecemos hoje como Estados Unidos teve como lucro inicial o bacalhau.

Klippfish, Noruega

De acordo com a revista Marketing Y Cultura “a primeira fábrica de transformação de bacalhau foi fundada em 1690 por um holandês, Jappe Ippes, em Kristiansund, na Noruega, que veio a ser o maior centro de comercialização em Klippfish, como era ainda chamado o bacalhau, visto que era seco nas rochas”.

O “Creoula” efetuou 37 campanhas até 1973 e chegou a pescar 600 quintais de bacalhau num só dia, o que corresponde a cerca de 36 toneladas, uma média de 660 kg por cada pescador.

Existiram várias guerras para dominar a exploração do bacalhau. A mais recente remonta à década de 70 do século XX, entre a Islândia e o Reino Unido. Contudo, durante muito tempo, com maior ou menor dificuldade, foram os portugueses uma vez mais os senhores do mar.

(cont.)

1
2
3
COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here