Início Histórias 7 anúncios de Natal que ainda sabemos de cor

7 anúncios de Natal que ainda sabemos de cor

As coisas vulgares que há na vida também deixam saudade. Há anúncios que ficam na história da gente. Sobretudo os que ficaram associados na nossa memória ao encanto do Natal para a criança que fomos.

681
7 anúncios de Natal que ainda sabemos de cor
7 anúncios de Natal que ainda sabemos de cor

7 anúncios de Natal que ainda sabemos de cor

As coisas vulgares que há na vida também deixam saudade. Há anúncios que ficam na história da gente. Sobretudo os que ficaram associados na nossa memória ao encanto do Natal para a criança que fomos.

Dezembro é época alta no mercado publicitário, com as marcas a competirem por um lugar no pódio das emoções dos consumidores. Do velhote que finge morrer ao homem da lua, do pinguim Monty ao guarda-noturno Justino, não faltam histórias tocantes que enaltecem o valor da partilha – mesmo que não provoquem mais do que a partilha dos próprios vídeos nas redes sociais.

Recuando duas ou três décadas, no contexto da televisão portuguesa, encontramos reclames de produção bem mais simples, mas com grande potencial de disseminação na memória coletiva – porque, lá está, tínhamos acesso a muito menos canais e não havia box para saltarmos os intervalos. Por isso, é quase certo que se vai lembrar muito bem destes sete exemplos de publicidade da época. Viaje connosco aos Natais da sua infância e juventude, e divirta-se com estes anúncios retro virais.

Bom-Bokas


_
Acontece aos melhores. O Pai Natal deixou para a última hora a leitura das cartas com os pedidos das crianças, provavelmente a confiar num enorme stock de brinquedos comprados nos últimos saldos.

Mas esqueceu-se que estava nos anos 80 e que os miúdos queriam era Bom-Bokas, as bolas de chocolate com recheio esponjoso de baunilha ou morango.

Em vão bateu à porta da última loja com luz, porque recebeu do empregado a resposta que andou na boca de muitos nessa época: «Só há estas, são para mim!»

Os camiões da Coca-Cola


_
Pode ter ficado sem Bom-Bokas, mas nunca lhe vai faltar Coca-Cola. Ao contrário do que muitos pensam, não foi a marca americana a ter a ideia de representar o São Nicolau vestido de vermelho e com barbas brancas, mas é certamente a marca que mais dá ao Pai Natal a sensação de viver.

A campanha em que os camiões luminosos anunciavam a época festiva («holidays are coming») foi uma das mais icónicas e fez o ano passado 20 anos. Para assinalar a efeméride, houve até uma turné de camiões no Reino Unido.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.