Início Opinião 60 impressões de uma brasileira em Portugal

60 impressões de uma brasileira em Portugal

Uma brasileira em Portugal: há 7 anos que eu não como pão francês, aqui o pão é tão duro que se jogar na cabeça de um burro mata o coitado, com certeza.

8806
COMPARTILHE

_
26 – Ah, e o bacalhau é mesmo rei e senhor na mesa dos Portugueses. No natal, ano novo, casamento, nascimento, batizado e por aí vai…

27 – Há 7 anos que eu não como pão francês, aqui o pão é tão duro que se jogar na cabeça de um burro mata o coitado, com certeza.

28 – Os famosos pastéis de Belém em nada se parecem com um pastel brasileiro, é um doce que é produzido numa pastelaria em Lisboa, com massa folhada e creme de gemas de ovos e que, segundo dizem, a receita é um segredo dos deuses.

29 – Já os pastéis de nata são em quase tudo idênticos aos pastéis de Belém, mas em vez de usar gemas no creme usa natas.

30 – Tanto o pastel de Belém como o pastel de nata, têm na base uma empadinha e creme de gemas ou natas.

31 – Os vinhos portugueses são uma perdição. O vinho do Porto é uma delícia, e o vinho verde branco, que é produzido na região do Minho, no verão é perfeito para as refeições mais leves. E no inverno, meus preferidos são os vinhos tinto do Douro e Alentejo. Numa passagem por Portugal não deixe de experimentar pelo menos esses vinhos.

32 – Beber água da torneira pra mim é impossível. A água tem muito calcário, e as máquinas de lavar roupa e louça precisam de ser limpas regularmente com um anti-calcário.

33 – Aqui as crianças e jovens bebem muito ice tea (chá gelado), até tem ice tea com sabor a manga, é muito bom e uma alternativa mais saudável em relação aos refrigerantes.

34 – Os preços dos alimentos são relativamente baratos, nos talões dos supermercados vem sempre descriminado qual o valor do alimento e qual o valor do imposto, que se chama IVA, sobre esse alimento e que tem uma taxa que varia dos 6% aos 23%.

(cont.)

1
2
3
4
5
COMPARTILHE

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem mas precisa actualizar na política tanto o presidente como o primeiro ministro. Talvez ainda não apareceu na Folha do Brazil ou outro pas quim.
    LOL está coberto pelo acordo?

  2. O ponto 19 é completamente errado!

    Aliás, se Portugal tivesse um rei, o Sr Duarte de Bragança e a sua descendência seriam os últimos portugueses na linha de sucessão já que a sua linha foi excomungada da linha de sucessão real.
    O que acontece é que “dava jeito” a um novo “regime político” chamado democracia alimentar esse facto e portanto como esse Sr. é “compincha” fizeram por ignorar a realidade.

    Mas como em qualquer regime politico, se voltassemos à monarquia as regras que se aplicariam seriam as regras monárquicas (da mesma forma que as regras monárquicas não se aplicam à democracia o contrário também é verdade), e assim segundo as regras monárquicas o Sr Duarte não tem qualquer pretenção legitima ao trono.

    Uma mentira repetida muitas vezes não se torna verdade por mais que esse Sr. insista.
    Julgo, apesar de não estar certo, que segundo as regras monárquicas o Sr Duarte de Bragança não pode sequer usar o título de “Dom”.

  3. fotocopias autenticadas por meia duzia de centimos nas juntas de freguesias , de norte a sul do país

    Seja feliz no meu país que tambem é o seu enquanto cá estiver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here