Início Histórias 29 tesouros perdidos (um é português)

29 tesouros perdidos (um é português)

Foram destruídos durante a guerra, escondidos e alguns nem sequer sabemos se realmente existem. 29 tesouros perdidos que estão desaparecidos há anos.

1499
COMPARTILHE
29 tesouros perdidos (um é português)
29 tesouros perdidos (um é português)

29 tesouros perdidos (um é português)

Foram destruídos durante a guerra, escondidos ao ponto de se perderem e alguns nem sequer sabemos se realmente existem. Conheça 29 peças valiosas do mundo que estão desaparecidas há anos.

Em 1357, o navio São Vicente partiu de Lisboa em direção a Avignon, França. A bordo estava um verdadeiro tesouro guardado durante anos pelo bispo Thibaud de Castillon, que morrera pouco anos antes na capital portuguesa: cofres gigantescos e cobertos de ouro, prata, joias, anéis, pratos finos, tapeçarias e até altares portáteis. E a viagem corria bem até o navio ter passado junto a Cartagena.

Ao navegar junto à costa espanhola, dois navios pirata cheios de salteadores bem armados invadiram o São Vicente e saquearam tudo o que havia de valioso no tesouro do bispo. Um dos barcos, comandado por Antonio Botafoc, encalhou e os bens portugueses levados pela tripulação foram resgatados.

Mas nem sinal do tesouro de Thibaud de Castillon, que podia estar a bordo do outro navio, nas mãos do pirata Martin Yanes. Desde o século XIV que ninguém sabe do tesouro de Castillon.

Descobrir o tesouro do bispo podia valer ao aventureiro uns bons milhões na conta. Mas a busca por estes 29 objetos valiosos, que pode ver nas imagens em baixo, tem-se mostrado infrutífera: na Áustria, por exemplo, vários mergulhadores já morreram na tentativa de encontrar o ouro alegadamente afundado por nazis no lago Toplitz.

Há até quem duvide da sua existência, de tão impossível que parece ser encontrá-lo. Certo é que as histórias de mistério destes tesouros são também marcas da nossa História, seja dos tempos da Grécia Antiga ou tão recente quanto o assalto ao Museu Isabella Stewart Gardner.

Descubra mais nas imagens seguintes:

Câmara de Âmbar

Câmara de Âmbar – Getty Images

Câmara de Âmbar no Palácio de Catarina, Rússia. Era uma sala feita de 450 quilos de âmbar. Ficava em Tsarskoe Selo, que foi capturada pela Alemanha em 1941. Foi destruída e o âmbar nunca mais foi visto.

Sarcófago de Miquerinos

Sarcófago de Miquerinos – Egyptology News Network

Sarcófago de Miquerinos. Ficava na menor das pirâmides de Gizé. Em 1830, os britânicos destruíram parte dela para encontrar o sarcófago, que afundou a bordo de um navio. Nunca foi encontrado.

Arca da Aliança

Arca da Aliança – Wikimedia Commons

Arca da Aliança. Diz-se que é no seu interior que estão as placas com os 10 Mandamentos. Estaria num templo destruído por Salomão.

Honjo Masamune

Honjo Masamune – Rakuten

Honjo Masamune. Foi criada no séc. XIII pelo maior fabricante de armas japonês. A espada foi passada de família em família até à II Guerra Mundial, quando foi entregue aos americanos. E desapareceu.

Biblioteca dos Czares de Moscovo

Biblioteca dos Czares de Moscovo

Biblioteca dos Czares de Moscovo. Terá sido construída pelos governantes do Grão-Ducado de Moscovo e estaria cheia de textos antigos em várias línguas.Ivan, o Terrível, tê-la-á escondido para sempre.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here