Início Cultura 20 fotos poderosas que mudaram o mundo

20 fotos poderosas que mudaram o mundo

Estas fotografias são o espelho da Humanidade, da sua História e dos seus pilares e em como eles se podem alterar ao longo do tempo.

836
COMPARTILHE
20 fotos poderosas que mudaram o mundo
20 fotos poderosas que mudaram o mundo

20 fotos poderosas que mudaram o mundo

A revista TIME produziu uma lista com as 100 fotografias mais influentes da história da humanidade. Agora, as fotografias pertencem à história recente – as fontes dizem que a primeira fotografia conhecida foi tirada em 1826 – mas imaginamos que ainda é uma tarefa assustadora classificar 100 entre as milhares de imagens, pois cada uma delas carrega a sua parcela histórica.

O único critério foi que a foto deve retratar “pontos de transformação na nossa experiência humana”. O resultado? Uma coleção variada. “Algumas imagens estão na nossa lista porque elas foram as primeiras da sua espécie, outras porque moldaram a maneira como pensamos”, a página do projeto diz. “E algumas mudaram diretamente a maneira como vivemos”.

O maior significado da fotografia não é a captura de um momento, mesmo que isso seja extraordinário o bastante, mas como o fotojornalista James Nachtwey afirmou, é a sua capacidade de “criar uma atmosfera onde a mudança é possível”.

O desastre de Hindenburg, Sam Shere, 1937

O desastre de Hindenburg, Sam Shere, 1937

O fotógrafo Sam Shere estava à espera do LZ 129 Hindenburg, um dirigível alemão, passasse por Nova Jersey. Multidões ficaram em choque quando começou a incendiar-se. A descarga eletrostática provocou a fuga de hidrogénio, matando 36 pessoas (35 a bordo e 1 no solo).

O Terror da Guerra, Nick Ut, 1972

O Terror da Guerra, Nick Ut, 1972

A foto de Nick Ut, vencedora do Prémio Pulitzer, mostra uma cena dolorosa de crianças a fugir de um bombardeamento com napalm em Trang Bang, na Guerra do Vietname.

Phan Thị Kim Phúc, a menina de 9 anos capturada totalmente nua, mais tarde foi conhecida como a “menina Napalm”. Apesar de ter sido severamente queimada nas costas, ela sobreviveu ao ataque e desde aí passou por várias intervenções cirúrgicas.

O Monge em chamas, Malcolm Browne, 1963

O Monge em chamas, Malcolm Browne, 1963

A auto-imolação do monge budista mahayana, o vietnamita Thích Quang Duc em Saigon estimulou, e continua a estimular, ondas de emoção de pessoas em todo o mundo.

Este ato foi a resposta às leis discriminatórias budistas do regime Diem, incluindo a proibição da bandeira budista.

Almoço no topo de um arranha-céus, 1932

Almoço no topo de um arranha-céus, 1932

Esta fotografia icónica do século XX, de 11 operários que apreciam o almoço numa viga de aço a 259 metros de altura, continua um mistério.

Ninguém confirmou o fotógrafo, e apenas alguns dos homens foram identificados. Soube-se, entretanto, que a foto foi tirada no prédio da RCA, ou no prédio moderno da GE, no Rockefeller Center de Manhattan.

(cont.)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here