Início Pessoas 10 comidas que uma emigrante Portuguesa mais tem saudades

10 comidas que uma emigrante Portuguesa mais tem saudades

Quem emigra deixa para trás a nossa gastronomia, com todos os pratos que a caracterizam. As 10 comidas de que uma emigrante Portuguesa mais tem saudades.

1207
COMPARTILHE

_

7. Farinha Pensal

Confesso. Esta é uma coisa muito pessoal, mas caso haja por aí mais Pensaólicos aqui fica o conselho de emigrante – farinha Pensal é coisa Tuga! E como coisa Tuga que é, não se encontra em nenhuma outra parte do mundo (pelo menos naquelas por onde andei).

Dá saudade porque relembra os pequenos almoços da infância. E, por muito que se perscrutem os corredores dos supermercados por esse mundo fora, não se encontra. Como se o estrangeiro não acreditasse que as suas crianças cresceriam mais felizes com papas de chocolate. Por isso, aqui fica o conselho.

Caso a Farinha Pensal faça parte da vossa vida, reservem um espacinho na bagagem para a levar convosco. Eu assim faço.

6. Ginjinha

Com elas ou sem elas? Em copo de chocolate, ou no barrilzinho de barro? A ginjinha é de tradição nacional e por muito licores de cereja que se provem não se encontra a dita coisa. É que leva ginja (já difícil de explicar ao estrangeiro (em inglês chama-se “bitter cherry”), quanto mais de encontrar).

E depois leva aguardente. Que é uma espécie de grapa ou vodka, mas não é bem, e que traduzimos com um sorriso nos lábios como “fire-water”. Eles ficam na mesma e nós ficamos augados. Com elas ou sem elas, para mim, a caseira do meu pai, em copo de chocolate.

5. Caldo Verde

Sopas vão-se encontrando, por esse mundo fora. Umas mais ao nosso gosto nacional, outras menos, mas vão-se encontrando. Na Rússia fazem o Borscht, na Espanha o Gaspacho, na Bélgica, a sopa de castanha, na França, Vichyssoise.

Nos Estados Unidos confundem sopa com guisado. Há sopas, mas não há caldo verde! Não há caldo verde porque não há couve portuguesa, porque não há chouriço e porque não há a nossa avó a cortar a couve fininha como cabelo de anjo. Não há e faz saudade.

Já agora, foi há pouco que descobri que o legume mais parecido com couve portuguesa se chama em inglês “collard green”. Aqui fica a informação. Não é o mesmo, mas disfarça!

(cont.)

2 COMENTÁRIOS

  1. Num site de cultura é intolerável um título tão mal escrito e um texto com tantos “defeitos” de escrita.
    Vou continuar com atenção. Muita.

  2. Sò uma precisao: em italiano “marmellata” sò se usa para os citrinos (laranja, limao, tangerina, …).
    Para toda a outra fruta fala-se de “confettura”. E a marmelada é “cotognata”, o marmelo “mela cotogna”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here